Comedoria SESC Pinheiros
Divulgação História e Arte / Onde comer

Tem vezes que a gente quer fazer daquele cafezinho da tarde o evento do dia, ou apenas curtir um momento em um lugar especial. Seja antes ou depois de uma visita a uma exposição, por exemplo, mas também quando só queremos um ambiente, digamos, mais inspirador, uma boa pedida são os cafés dos museus e centros culturais da cidade. Aqui eu selecionei alguns que valem a pena principalmente pelos lugares onde se localizam, independente do evento cultural fazer parte do programa.

CCBB Alessandra F.

CCBB
Alessandra F.

CCBB

O prédio do CCBB é lindo e dispensa maiores apresentações, e uma boa maneira de apreciar a sua arquitetura eclética do início do século 20 é parando no café, que fica em um canto do piso térreo. Dependendo da mesa em que sentar, a vista para o imponente saguão complementa a experiência. Outra boa opção é ficar no lado externo, onde um terraço que dá para a rua Álvares Penteado faz valer a interação com o centro da cidade. Site CCBB. Rua Álvares Penteado, 112. Tel.: (11) 3113 3676 (Café). Quarta a segunda, das 9h às 21h. Metrô: Estações Sé (Linhas 1/Azul e 3/Vermelha) e São Bento (Linha 1/Azul)

Pátio do Colégio Divulgação

Pátio do Colégio
Divulgação

Pátio do Colégio

Berço de São Paulo, o “Pateo do Collegio” não figura entre as atrações paulistanas mais visadas, apesar da sua importância histórica. Mais do que uma visita à igreja, ao Museu Anchieta (que aborda a fundação e a formação inicial da cidade) ou ao Museu de Arte Sacra dos Jesuítas, o que acaba atraindo muita gente para lá é o café, e não é difícil entender o por quê. Com as mesas em um pátio externo, o ambiente histórico é tranquilo e um pouco rústico, bem no clima colonial do lugar. É uma ótima opção de pausa quando estiver pelo centro. Sites Pateo do Collegio / Café do Pateo. Pç. Pateo do Collegio, 2. Tel.: (11) 3105 6899. Terça a domingo, das 9h às 16h30. Metrô: Estação Sé (Linhas 1/Azul e 3/Vermelha)

Casa das Rosas Divulgação

Casa das Rosas
Divulgação

Casa das Rosas

Uma espécie de memorial do que um dia foi a Avenida Paulista inteira, a Casa das Rosas representa a mistura perfeita entre esse passado e o presente (os prédios espelhados ao redor não me deixam mentir). Não bastasse o seu jardim ser uma delícia, o café está localizado logo ali, no que um dia foi a garagem do casarão, que se abre para o antigo roseiral e também para o verde dos canteiros do prédio ao fundo da casa. Perder uma tarde por ali é ganhar em bem-estar. Sites Casa das Rosas / Caffè Ristoro. Av. Paulista, 37. Tel.: (11) 3289 8897 (Caffè Ristoro). Segunda, das 9h às 19h; Terça a sexta, das 9h às 22h; Sábado, das 10h às 22h; Domingo, das 10h às 19h. Metrô: Estação Brigadeiro (Linha 3/Verde)

CCSP Divulgação

CCSP
Divulgação

Centro Cultural São Paulo

Quando estamos no Centro Cultural São Paulo, parece que tudo está acontecendo por ali mesmo. Gente estudando na biblioteca, ensaiando danças pelos corredores, visitando uma exposição, ou na fila do ingresso para o cinema, ou tomando sol no jardim de cima. Enfim, é quase um resumo da cidade. Nesse contexto, não poderia faltar um bom lugar para tomar um café, e não falta. Se a ideia é fazer parte desse microcosmo multicultural de alguma forma, sentar para um cafezinho é sempre uma boa. Sites CCSP / Citron CCSP. Rua Vergueiro, 1000. Tel.: (11) 3203 0656 (Citron CCSP). Restaurante: Segunda a sexta, das 11h30 às 15h; Sábado, das 12h às 16h. Lanchonete: Segunda, das 9h às 16h; Terça a sábado, das 9h às 21h; Domingo, das 9h às 20h. Metrô: Estação Vergueiro (Linha 1/Azul)

Japan House Rogério Cassimiro/Divulgação

Japan House
Rogério Cassimiro/Divulgação

Japan House

O mais novo espaço dessa lista ganha muitos pontos só pela beleza dos produtos que oferece, mas não apenas por isso. Praticamente integrado à biblioteca, que disponibiliza um acervo incrível sobre os mais diversos aspectos da cultura japonesa, torna possível o esquema de dois-programas-em-um, mesmo porque a falta de mesas (só há um balcão coletivo) inibe um pouco aquela pausa mais prolongada para o café. Sites Japan House / Imi Café. Av. Paulista, 52. Tel.: (11) 3090 8900. Terça a sábado, das 10h às 22h; Domingo e feriado, das 10h às 18h. Metrô: Estação Brigadeiro (Linha 3/Verde)

Museu Lasar Segall Divulgação

Museu Lasar Segall
Divulgação

Museu Lasar Segall

Seria quase como estar indo tomar café na casa de alguém, sendo esse alguém o artista lituano-brasileiro Lasar Segall e essa casa a sua antiga residência e ateliê. A diferença é que agora podemos ir sem termos sido convidados – mas também sem a chance de contar com a ilustre presença do ex-morador – e mesmo assim ser bem recebidos, tendo a oportunidade de aproveitar o seu ambiente tranquilo, de arquitetura modernista tombada, e uma programação cultural interessante. Sites Museu Lasar Segall / 1268 Café. Rua Berta, 111. Tel.: (11) 2159 0400. Quarta a segunda, das 11h às 19h. Metrô: Estação Santa Cruz (Linha 1/Azul)

MuBE Monique Renne

MuBE
Monique Renne

MuBE

Num cantinho sossegado, vizinho à loja/livraria e ao auditório do museu, o café/restaurante fica próximo à entrada da rua Alemanha. O seu terraço é voltado para a rua, mas por estar em um nível mais baixo, acaba ficando um pouco mais isolado do movimento externo, o que cria o melhor ambiente, na minha opinião, para aproveitar tanto o café quanto esse conjunto cultural e arquitetônico – que inclui o seu vizinho MIS – cada vez mais relevante para a cidade. Site MuBE. Rua Alemanha, 221. Tel.: (11) 3088 3981 (Café / Restaurante). Diariamente, das 9h às 19h. Ônibus: 107T-10: Metrô Tucuruvi – Terminal Pinheiros; 930P-10: Terminal Pq.D.Pedro II – Terminal Pinheiros.

Red Bull Station Divulgação

Red Bull Station
Divulgação

Red Bull Station

Esse novo ícone criativo de experimentação cultural de São Paulo – que até já mereceu um post exclusivo aqui no blog – é um espaço multifacetado onde não poderia faltar o quê? uma cafeteria igualmente criativa que “aposta em ingredientes mais orgânicos e menos industrializados, em um cardápio que muda de acordo com cada estação do ano”. O espaço é uma delícia, e de quebra podemos ter a sorte de aproveitar algum evento bacana que estiver acontecendo por ali. Sites Red Bull Station / Cafeteria. Praça da Bandeira, 137. Tel.: (11) 3107 5065. Cafeteria: Terça a sábado, das 15h30 às 20h. Metrô: Estação Anhangabaú (Linha 3/Vermelha); Ônibus: Terminal Bandeira

Leica Gallery SP Fabio Feltrin

Leica Gallery SP
Fabio Feltrin

Leica Gallery SP

Apesar deste café funcionar somente aos sábados e em dias de vernissage, a experiência proporcionada vale a espera. Para quem ainda não conhece essa galeria exclusiva da marca alemã de equipamentos fotográficos, o acervo e as exposições valem tanto a visita quanto o edifício onde está instalada, e uma passada no café é o que pode acabar coroando esse passeio. Basta sentar em alguma das poltronas que ficam por ali para concordar comigo; ou não, mas eu aposto que você vai gostar do lugar. Site Leica Gallery SP. Rua Maranhão, 600. Tel.: (11) 3512 3909. Sábado, das 11h às 16h. Ônibus: 177H-21: Metrô Santana – Pinheiros; 408A-10: Machado De Assis – Cardoso De Almeida; 719P-10: Terminal Pinheiros – Metrô Armênia; 719R-10: Rio Pequeno – Metrô Barra Funda; 805L-10: Term.Princesa Isabel – Aclimação (circ.); 874T-10: Ipiranga – Lapa

Comedoria SESC Pinheiros Marcelo Pereira

Comedoria SESC Pinheiros
Marcelo Pereira

Comedoria SESC Pinheiros

De todas as unidades do Sesc, pra mim essa é a que tem a melhor “Comedoria” (a do Sesc Pompéia é uma forte concorrente, mas acaba ficando em segundo lugar). Não só para um café, lá também é uma boa opção para reuniões, estudos e trabalho – inclusive já escrevi textos para o blog por ali – já que não é necessariamente preciso consumir para utilizar as mesas. A arquitetura e a decoração são as grandes responsáveis pelo diferencial do ambiente, que por si só já vale a visita. Sites SESC Pinheiros / Comedoria. Rua Paes Leme, 195. Tel.: (11) 3095 9400. Restaurante: Terça a sábado, das 11h30 às 15h; Domingo e feriado, das 11h30 às 14h30. Cafeteria: Terça a sábado, das 10h às 21h; Domingo e feriado, das 10h às 18h30. Ilha dos Bocados: Terça a sábado, das 15h às 21h; Domingo e feriado, das 15h às 18h30. Metrô: Estação Faria Lima (Linha 4/Amarela)

E você, tem alguma sugestão para acrescentar nesta lista?


Formado em Arquitetura e Patrimônio Urbano, Flavio tem um interesse especial por cidades e suas histórias. Conhecer e divulgar as atrações e a cultura de um lugar, fazendo com que os seus moradores e visitantes se apropriem, cuidem e desfrutem dele, é um dos seus principais sonhos/objetivos.

Comments

  1. Alberto Says: julho 5, 2017 at 1:49 pm

    Adorei! Me senti plenamente contemplado. Agradeço o post 😉

  2. Vania Gagliardi Says: julho 21, 2017 at 5:39 pm

    Flávio, adorei a reportagem e que lugares bonitos! Tomar café a tarde é sempre bom, coisa que os europeus estão super bem acostumados! Parabéns!

  3. Tem o café do Itaú Cultural, da Pinacoteca…

    • Patrícia Ribeiro Says: agosto 4, 2017 at 6:20 pm

      Andrea, sim, tem outros cafés, mas o Flávio quis escrever sobre os preferidos dele. Fica a sugestão para um próximo post. Obrigada pelas dicas e continue acompanhando o blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *