10 cidades pertinho de São Paulo para um bate e volta bate e volta / Viagens por aí

O blog Passeios Baratos em SP preparou uma lista de cidades que ficam numa distância perfeita para fazer um bate e volta ou passar um final de semana. Tem opções para quem gosta de interior, praia, cultura e natureza. Faça sua mochila e pegue a estrada.

Praia de Itaguaré fica numa reserva ambiental Foto: Divulgação

Praia de Itaguaré fica numa reserva ambiental
Foto: Divulgação

Praia de Itaguaré – Bertioga

A praia mais badalada de Bertioga é Riviera de São Lourenço, mas, na minha opinião, uma das mais bonitas (depois da Prainha Branca) é a Praia de Itaguaré.  Saindo do centro em direção à Riviera fica a entrada para a praia, a 20 km do centro. Com extensão de 2,9 km em forma de semicírculo, o grande atrativo é o encontro do rio com o mar, natureza intocada porque fica numa área de preservação ambiental, o Parque Estadual da Restinga, portanto, o acesso é a pé, mas pode deixar o carro bem perto dali em uma área de casas. No local é proibido acampar, fazer piquenique, comercializar produtos, estacionar e transitar com veículos. É bom levar bebidas e algo para petiscar. Para almoçar é só atravessar a rodovia, onde se encontram vários restaurantes especializados em frutos do mar, que servem porções fartas, são bons e baratos. Alguns deles não aceitam cartão de crédito. Rodovia Rio Santos KM 205, Itaguaré, Bertioga

Templo-Kinkaku-ji2

Templo Kinkaku-ji

Um lugar para contemplação e paz é o Templo Kinkaku-ji de Itapecerica da Serra, a cerca de 60 km de SP. O templo não é um local com finalidades turísticas, e sim um local cerimonial. Ao chegar ao local vamos percorrendo uma pequena trilha em meio a uma vegetação bem bonita, com jardins bem cuidados, muitas árvores e um barulho permanente de água corrente. Ao final da trilha nos deparamos com o lindo Kinkaku-ji. Como é bonito!Dentro do templo as paredes são “forradas” de columbários, existem cadeiras e um pequeno altar onde são oferecidos incensos. Bem ao lado do Enkoji existe uma área com vários pinheiros, como um pequeno bosque. Do outro lado, numa das margens do lago, separado pelo gramado, um belo corredor de cerejeiras ainda secas. A entrada custa apenas R$ 5,00. Maiores informações pelos telefones: (11) 4666-4895 e 4667-3944. Leia o post completo sobre o lugar aqui.

Vinícola em São Roque Foto: Divulgação

Vinícola em São Roque
Foto: Divulgação

São Roque

Conhecida pela produção de vinho, na cidade o turista pode passear pelo Roteiro do Vinho e conhecer as 13 adegas que oferecem diariamente degustação e venda de vinhos, além do Museu do Vinho. Neste mês está acontecendo a Expo São Roque. Na programação  bumba-meu-boi, frevo, catira, maracatu e outros ícones do folclore brasileiro.  A festa ainda é rica pela cultura do vinho, há um espaço exclusivo para as adegas, que contam com as vinícolas de São Roque o passeio pode se tornar ainda mais interessante, uma vez que lá é possível fazer degustação de vinhos e sucos de uva e tem uma grande oferta de produtos para levar para casa.A gastronomia é feita a base de alcachofra. E todos podem pisar a uva, às 16h30, em uma enorme tina com muitas frutas.  www.exposaoroque.com.br. Dia 30 de outubro, o blog Passeios Baratos em São Paulo em parceria com uma agência de turismo está fazendo um passeio para São Roque. Inclui transporte, guia de turismo, visita a duas vinícolas e ingressos para o Expo Parque. R$ 120. Para reservas: contato@passeiosbaratosemsp.com.br  São Roque fica a 65 km de São Paulo.

Maria Fumaça Fábio Fernandes

Maria Fumaça
Fábio Fernandes

Guararema

Guararema é uma cidade bem charmosa para passar o dia. Um passeio barato porque muitas atrações são gratuitas. Além disso, tem muitas construções do século 18 e que são preservadas pelo Patrimônio Histórico. Aquela típica cidadezinha do interior com parque, praça, restaurante, sorveteria, maria fumaça, enfim, tudo para se divertir. Em Guararema dá pra fazer passeio de Maria Fumaça! Aos finais de semana, feriados e emendas de feriados ocorrem passeios na Maria Fumaça. Ela percorre o trecho entre a Estação de Guararema e o bairro de Luís Carlos. Os bilhetes custam em média R$ 55, os dias e horários de partida podem ser encontrados em http://www.tremdeguararema.com.br. Clique aqui para ler um post completo sobre outras atrações de Guararema

Arquitetura holandesa. Foto: Família Coelho Estúdio

Arquitetura holandesa. Foto: Família Coelho Estúdio

Holambra

Conhecida com cidade das flores por sediar o evento mais importante da produção de flores, a Expoflora, Holambra é uma cidade graciosa de colonização holandesa que possui várias atrações para um passeio de um dia ou final de semana.  A influência holandesa está nas casas, moinho e nas comidas oferecidas nos restaurantes e docerias.  Vale a pena visitar: Campos de de flores, fazer  um city tour pela cidade, o Moinho Povos Unidos, Sítio Estrela do Leste Arurá. Como chegar de carro: Siga pela Rodovia Anhanguera até o Km 86 (indicado na placa como Saída 86). Continue atento às placas que indicam Mogi Mirim. Na Rodovia SP-340 (uma das melhores do estado de São Paulo, que liga Campinas a Mogi MIrim) haverá placas indicando Holambra.Como chegar de ônibus: Viação Cristália/Santa Cruz ou Cometa. Sai de São Paulo com destino a Mogi Mirim ou Mogi Guaçu (depende da Viação escolhida). Após passar por Campinas e Jaguariúna, chega ao cruzamento que liga Holambra a Santo Antônio de Posse. A parada, que fica em frente à Concessionária Renovias, deve ser solicitada ao motorista. De lá é possível pegar um táxi para ir a Holambra. Os táxis saem do centro da cidade, então é preciso ligar solicitando sua ida até a rodovia. Para maior comodidade, esta chamada poderá ser feita no ônibus, após passar pelo pedágio de Jaguariúna. Veja todas as atrações no site, tem até aplicativo para baixar. Clique aqui: Holambra

Mar bravo de um lado e ondas calmas do outro. Foto: Patrícia Ribeiro/Passeios Baratos em SP

Mar bravo de um lado e ondas calmas do outro. Foto: Patrícia Ribeiro/Passeios Baratos em SP

Prainha Branca – Bertioga

Esta dica é para quem deseja fugir de São Paulo, a Prainha Branca é uma das melhores opções.  O acesso por uma trilha bem sinalizada na divisa com Bertioga é a porta da entrada desse pequeno paraíso do litoral sul. Nesta praia, a natureza dá o tom. A vila habitada por cerca de 350 habitantes ainda preserva costumes e tradições caiçaras, como as pequenas casas em meio à natureza, as festas, o clima pé na areia e a simplicidade. Apesar de pertencer ao município do Guarujá, a Prainha Branca fica na divisa com Bertioga, na saída da balsa. O que predomina neste refúgio escondido é a simplicidade, das casas, das pessoas, o jeito roots, bicho-grilo, muitos surfistas, jovens tatuados, o reggae nas barracas, o açaí e o PF. Mas aos poucos, as famílias também foram chegando, há espaço para casais, crianças e aqueles não tão jovens. Tudo junto e misturado. Para ler o post completo sobre a Prainha Branca clique aqui. Para mais informações sobre a Prainha Branca e como chegar lá de ônibus, de trem ou de carro e clique aqui

Relógio Big Ben da Vila de Paranapiacaba Foto: Lilian Wutzke

Relógio Big Ben da Vila de Paranapiacaba
Foto: Lilian Wutzke

Vila de Paranapiacaba

Que tal visitar uma vila inglesa a 44 km de São Paulo? Paranapiacaba é uma vila histórica que pertence à Santo André, ‘lugar de onde se vê o mar’ assim os primeiros moradores tupi-guaranis a nomearam. Já que está cada vez mais difícil ir para a Inglaterra, vale a pena visitar este bucólico lugar tão pertinho. No final do século XIX foi ocupada pelos ingleses para a construção da estrada de ferro Santos-Jundiaí. Suas ruas estreitas de paralelepípedo, o estilo vitoriano, as construções em madeira e algumas paredes coloridas encantam. A vila é bem conhecida por sua neblina (fog) que invade de repente e deixa todo mundo de boca aberta, é um ótimo lugar para os amantes de fotografia. Pelo menos, o clima é bem londrino. Para ler o post completo sobre Paranapiacaba clique aquiComo chegar de carro: Se vier pela Via Anchieta, siga até o KM 29 pela pista marginal, sentido Riacho Grande. Entre na Estrada Velha do Mar (SP-148, sentido Ribeirão Pires) e acesse a Rodovia Índio Tibiriçá (SP 31) até o KM 45,5, na alça de acesso para a Rodovia Antonio Adib Chamas (SP 122) até Paranapiacaba.Como chegar de transporte público: De ônibus: Embarque na linha 040 (Viação Ribeirão Pires) no Terminal Rodoviário de Santo André (TERSA) até Paranapiacaba. De trem: Acesse a linha 10 Turquesa da CPTM e desça na estação Rio Grande da Serra, de onde parte o ônibus 424 (Viação Ribeirão Pires) com destino à Paranapiacaba. Também sai um trem turístico para Paranapiacaba todos os domingos que vai direto para a vila, sem parar nas estações. r$ 40, adquirindo mais passagens, tem desconto. Mais informações no site:  da CPTM 

Passeio de balão é uma opção para o Dia dos Namorados Foto: Divulgação

Passeio de balão é uma opção para o feriado
Foto: Divulgação

Boituva

Boituva é conhecida pelos voos de balão.  Os passeios saem do Centro Nacional de Paraquedismo no km 116 da Rodovia Castelo Branco. Ver o céu lá do alto com seu amor é realmente um programa diferente e inesquecível. Os voos passam pelos campos, montanhas e fazendas, aquela paisagem bucólica de encher os olhos.  O passeio de balão dura cerca de 1 hora, inclui brinde com champanhe, café da manhã, certificado do voo, traslado do pouso ao ponto de decolagem. R$ 343 para pagamento à vista com depósito bancário. Mais informações, clique no site: http://www.balonismoboituva.com.br/ Para quem gosta de uma opção mais radical aqui também é local para saltar de paraquedas.  R$ 320 (salto duplo com fotos, pagamento em dinheiro)  http://www.paraquedismoboituva.com.br/

foto-abertura

Atibaia

Atibaia tem opções para todos os perfis, trilhas para os aventureiros e programas mais tranquilos para famílias e casais. Alguns locais para visitar: Fazenda Paraíso: antiga produtora de café, tem alambique artesanal com direito à degustação. Também oferece almoço. Tem que agendar. http://www.fazendaparaisoatibaia.com.br/ Sala do Artesão: o local fica dentro do Parque Municipal Edmundo Zanoni, ideal para caminhadas, tem lago com pedalinhos e playground. Av. Horácio Neto, 1030, Jd. Samambaia. Trilha para Pedra Grande,  o nível é médio/difícil, mas a caminhada vale a pena. De 1.418 metros, a vista compensa o cansaço. Leia mais sobre a trilha clicando aqui. Represa da Usina: A represa encontra-se em área de preservação ambiental, com fauna e flora a. Frequentada por praticantes de esportes náuticos, é ideal para jet ski e passeios de barco. Petiscos variados podem ser saboreados nos restaurantes instalados à beira da represa. Como chegar: De carro: Acesso pela BR-381 (Fernão Dias). Vindo do Rio, acesso pela Via Dutra (até São Paulo) e BR-381. De ônibus:   A Viação Atibaia (http://www.viacaoatibaiasp.com.br / 0800-16-6444) tem saídas de diversas cidades. Mais informações aqui: http://www.atibaiatour.com.br/

Café da manhã no vagão especial Divulgação

Café da manhã no vagão especial
Divulgação

Passeio de trem Campinas/Jaguariúna

Um passeio que faz sucesso entre adultos e crianças é o trajeto de Campinas a Jaguariúna no trem Maria Fumaça. No dia 12 de outubro, vai ter um passeio especial com café da manhã, realizado dentro de um carro restaurante da década de 20, completamente restaurado, onde o visitante viaja de saboreando um delicioso café. Saiba mais sobre este roteiro aqui. Os passeios normais de final de semana, ocorrem aos sábados, domingos e feriados: são dois roteiros: o Percurso Completo que vai de Campinas a Jaguariúna e vice-versa e o Meio Percurso que vai de Campinas a Tanquinho ou de Jaguariúna a Tanquinho, o este é mais curto e recomendado para quem tem crianças muito pequenas, horários, datas, tarifas no site.Neste mês de outubro, crianças de 6 a 12 anos, acompanhadas de um adulto pagante, viajam de graça * no passeio de Maria Fumaça aos sábados e domingos (exceto feriados e domingos de eleição) nos horários da tarde (14:30, 15:00 e 16:30) .

 


Meu nome é Patrícia Ribeiro. Sou formada pela Faculdade Cásper Líbero e já trabalhei como editora e repórter em revistas, jornais, sites e em assessoria de imprensa. Adoro contar histórias, sou curiosa e gosto de ouvir as pessoas. Como gosto de viajar, acabei escrevendo muitas reportagens de viagens e turismo e produzi guias de viagem nacionais e internacionais. Adoro a vida cultural da cidade e descobrir lugares novos. Resolvi aliar o que eu gosto do que faço no meu tempo livre neste blog e compartilhar minhas dicas com moradores e visitantes.

Comments

  1. silvana ferreira Says: novembro 2, 2016 at 10:34 am

    Gostei do site!!!

  2. Gostei do anuncio

  3. Parece ser bom

  4. Gostei

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *