Parquel Burle Marx. Foto> Caio Pimenta/SPTUris Na natureza

Com a chegada da primavera e as temperaturas subindo, a melhor opção de lazer são os parques de São Paulo.  E tem muitos que a gente não conhece. Esta lista tem dez opções na zona sul de São Paulo para quem gosta de caminhadas, corrida, piquenique, tem crianças, ou para quem quer simplesmente descansar na sombra de uma árvore. Que tal explorar as áreas verdes da cidade? 

PARQUE BURLE MAX_CAIO PIMENTA_SP/Turis

PARQUE BURLE MAX_CAIO PIMENTA_SP/Turis

Parque Burle Marx

Este parque é um dos mais bonitos de São Paulo. Criado por Roberto Burle Marx,  o conjunto artístico e paisagístico é  composto por uma escultura painel de alto e baixo relevo, jardins específicos, o pergolado e o xadrez, espelhos d´água, e uma composição de 15 palmeiras imperiais. É para curtir a natureza, não sendo permitida a prática de esportes.  O parque tem várias atrações aos finais de semanas como Festival de Food Truck e e shows eventuais. Oferece aulas de Tai Chi Chuan às quartas pela manhã,  pilates, zumba, ioga, aquarela e crossfit aos finais de semana.  Todo sábado das 7h às 13h acontece uma Feira Orgânica de produtores de Parelheiros.  Av. Dona Helena Pereira de Moraes, 200, Panamby, tel.: (11) 3746-7631. Diariamente das 7h às 19h. http://parqueburlemarx.com.br/

Lago das Ninfeias do Jardim Botânico de São Paulo Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP

Lago das Ninfeias do Jardim Botânico de São Paulo Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP

Jardim Botânico

Um oásis dentro de São Paulo, assim defino o Jardim Botânico. Tenho uma predileção por este parque, acho o mais bonito da cidade. Uma das vantagens é a tranquilidade, bem diferente dos outros parques, normalmente não lota. Talvez seja por impor algumas regras como não poder praticar esportes, pedalar e pets. A paisagem é linda, entre as atrações tem a estufa de plantas, o Museu Botânico, as pequenas trilhas. Passear em volta do lago das ninfeias e fazer um piquenique com os amigos por ali é tudo de bom. Além disso, é limpo e possui ótima infraestrutura. Vale a pena conhecer. Veja o post completo aqui sobre o Jardim Botânico. Avenida Miguel Stéfano, 3687, Saúde, tel.: Tel.: (11) 5067-6000, R$ 5 e R$ 2,50. Diariamente das 9h às 17h e no horário de verão fecha às 18h. http://botanica.sp.gov.br/

Fachada Fundação Oscar Americano. Foto: Divulgação

Fachada Fundação Oscar Americano. Foto: Divulgação

Fundação Oscar Americano

Museu, salão de chá, sala de concertos, eventos, cursos e um lindo bosque de 75 mil m2 para apreciar a natureza.  A Fundação Oscar Americano alia tudo isso em um só lugar perto do Palácio dos Bandeirantes. Aqui você encontra um um lugar cercado por mata atlântica e plantas de várias espécies jacarandás, sibipirunas, angicos, paus-ferro, paus-brasil e pés de café. Você passeia por alamedas arborizadas e asfaltadas, um passeio fácil, ideal para ir com crianças ou com pessoas com mobilidade reduzida. No bosque, é possível  ver várias obras de arte. Saiba mais neste post sobre a Fundação. Av. Morumbi 4077, tel.: (11) 3742-0077; De terça a domingo, das 10h às 17h30. R$ 10. http://www.fundacaooscaramericano.org.br/fundacao20a.html

Uma monitora leva cada um para a trilha. Foto: Patrícia Ribeiro? Passeios Baratos em SP

Uma monitora leva cada um para a trilha. Foto: Patrícia Ribeiro? Passeios Baratos em SP

Parque Ecológico do Guarapiranga

Um parque pequeno e agradável no bairro da Riviera, o principal atrativo é a Trilha da Vida, uma trilha sensorial que as pessoas fazem de olhos vendados para explorar outros sentidos. O parque conta com estufa de plantas, biblioteca, museu do lixo, oficinas de educação ambiental, playground, academia popular e dentro do parque o acesso é através de rampas de madeira. Saiba mais neste post. Estrada da Riviera, 3286, Riviera Paulista, tel.: (11) 5517-6707. De terça a domingo, das 8h às 17h. Site: Parque Ecológico do Guarapiranga

Parque do Ibirapuera ao entardecer. Foto: José Cordeiro/SPTuris

Parque do Ibirapuera ao entardecer. Foto: José Cordeiro/SPTuris

Parque do Ibirapuera

Este parque dispensa apresentações.  Em agosto, ele recebeu o título de melhor parque urbano do mundo, segundo o jornal britânico The Guardian, o que nos encheu de orgulho.  Quase todo paulistano conhece o Ibira, mas será que você conhece mesmo todas as atrações? Quando vamos a um parque costumamos ir sempre aos mesmos lugares. Veja algumas atrações, conheça ou visite novamente: Jardim das Esculturas, om paisagismo de Burle Marx, reúne 30 obras de artistas brasileiros do século 20, MAM (Museu de Arte Moderna),  MAC (Museu de Arte Contemporânea,  Museu Afro Brasil,  Planetário, que reabriu em janeiro, Pavilhão Japonês, Oca, Auditório Ibirapuera,Viveiro Manequinho Lopes, Umapaz, a Universidade Aberta do Meio Ambiente, com vários cursos e atividades gratuitas,  Bosque de Leitura, Praça Burle Marx, Praça da Paz, além, é claro, de toda a infraestrutura que o parque oferece com pista de cooper,  7 quadras poliesportivas, espaço para piquenique, playground, o lago que é o cartão-postal de São Paulo e muito mais. O Ibira é, sem dúvida, um dos queridos dos paulistanos. Av. Pedro Álvares Cabral, s/n. Diariamente das 5h à 0h. http://www.parquedoibirapuera.com/

Parque Alfredo Volpi. Foto: Divulgação

Parque Alfredo Volpi. Foto: Divulgação

Parque Alfredo Volpi

Este pequeno parque é muito arborizado, ideal para quem gosta de caminhadas e correr. Oferece muitas mesas e bancos para piqueniques, aparelhos para ginástica e área para crianças. Não costuma lotar, o que garante certa tranquilidade.  Os equipamentos são feitos de madeira recuperada, o mais legal é andar nas trilhas ouvindo os sons da natureza e observar a as espécies vegetais, o lago com gansos e patos completam a bela paisagem. Alfredo Volpi
Av. Eng. Oscar Americano, 480 – Morumbi. Diariamente das 6h às 17h30. Site: Parque Ecológico Alfredo Volpi

Parque Cordeiro Martin Luther King. Foto: Divulgação

Parque Cordeiro Martin Luther King. Foto: Divulgação

Parque do Cordeiro Martin Luther King

O Parque do Cordeiro tem uma boa infraestrutura, é limpo e bem-cuidado. Conta com pistas de Cooper, caminhada e skate, playground, miniciclovia, quadra poliesportiva, teatro de arena, área para exercícios com aparelhos, espaço para animais, fraldário, espelho d’água,  pista de bocha, paraciclo e praça. Com 35 mil m2, chega a receber 4 mil visitantes aos finais de semana. O parque é dividido em dois setores: o setor oeste – com pistas de pedrisco de caminhada/corrida arborizadas e o setor leste. Promove aulas de tai chi chuan e lian gong. Rua Breves, 968 – Chácara Monte Alegre .  Funcionamento: setor leste – diariamente das 7h às 18h (7h às 19h no horário de verão) setor oeste – diariamente das 7h às 17h (7h às 18h no horário de verão). Site: Parque do Cordeiro Martin Luther King

Parque Severo Gomes. Foto: Divulgação

Parque Severo Gomes. Foto: Divulgação

Parque Severo Gomes

Este parque fica numa área residencial tranquila, é muito frequeando por famílias e praticantes de corrida. Tem movimento à noite das pessoas que vão andar ou correr e é seguro. Conta com playgronds, curso d’água, bosque de amoreiras, trilha para caminhadas, canteiros, aparelhos de ginástica, pista de Cooper, bicicletário e uma minibiblioteca de livros infantis. A desvantagem é que não lanchonetes dentro do parque e nem por perto, então leve seu lanche. Durante a semana pela manhã oferece aulas de Lian Gong e Tai Chi Pai Lin. Rua Pires de Oliveira, 356 – Granja Julieta. Diariamente das 7h às 19h | 7h às 20h (horário de verão) Site: Parque Severo Gomes

Parque Barragem do Guarapiranga fica à beira da represa. Foto: Divulgação

Parque Barragem do Guarapiranga fica à beira da represa. Foto: Divulgação

Parque Barragem do Guarapiranga

Um dos parques mais novos de São Paulo foi inaugurado em 2010 e possui 88 mil metros quadrados de área verde. Este parque circunda a represa de Guarapiranga de onde pode-se observar os barcos e as aves. Tem  pista de caminhada, campo de futebol, playground infantil, playground da longevidade, ciclovia, horta-escola, praça e píer. Há poucas árvores e faltam bancos para descanso, mas a paisagem é bonita. Também não há lanchonetes.  O parque abriga o monumento em homenagem aos “Heróis da Travessia do Atlântico. A obra homenageia os aviadores italianos Francesco Di Pinedo e Carlo Del Prete, pioneiros na travessia do Atlântico Sul, e o brasileiro João Ribeiro de Barros, que fez a travessia em 1927 a bordo do hidroavião Jahu. Avenida Doutor Caetano Petraglia Sobrinho, 41, acesso pela avenida Atlântica.  Diariamente das 6 h às 19h. Site Parque Barragem do Guarapiranga

Parque Shangrilá, no Grajáu, oferece trilhas e horta. Foto: Divulgação

Parque Shangrilá, no Grajáu, oferece trilhas e horta. Foto: Divulgação

Parque Shangrilá

Pouca gente conhece este parque fica no bairro da zona sul de São Paulo, mas quem conhece gosta muito. Próximo à Represa Billings, o parque fica dentro da Área de Proteção Ambiental Bororé-Colônia. Conta com  trilhas para caminhadas com várias espécies da mata atlântica,  viveiro, quadra de areia, playground, quadra esportiva e uma horta. As espécies plantadas aí são doadas para a comunidade. Oferece também atividades regulares de educação ambiental e trilhas monitoradas e empréstimo de jogos.  Frequentado por famílias e jovens é uma boa opção de lazer no Grajaú e vizinhança. Rua Irmã Maria Lourença, 250 – Grajaú. Site: Parque Shangrilá

Esta lista não está completa. Conhece algum parque da zona sul que não está aqui? Comente qual é o seu parque favorito da cidade. Em breve, postarei listas de outras regiões.

 

 


Meu nome é Patrícia Ribeiro. Sou formada pela Faculdade Cásper Líbero e já trabalhei como editora e repórter em revistas, jornais, sites e em assessoria de imprensa. Adoro contar histórias, sou curiosa e gosto de ouvir as pessoas. Como gosto de viajar, acabei escrevendo muitas reportagens de viagens e turismo e produzi guias de viagem nacionais e internacionais. Adoro a vida cultural da cidade e descobrir lugares novos. Resolvi aliar o que eu gosto do que faço no meu tempo livre neste blog e compartilhar minhas dicas com moradores e visitantes.

Comments

  1. […] gosta de pedalar, passear com seu cachorro e prefere frequentar as áreas verdes da cidade como o Parque Alfredo Volpi, Parque Burle Marx e o […]

  2. Ótimas sugestões, mas o parque Ibirapuera e o Jardim Botânico são extremamente conhecidos e não entram na categoria “não tão conhecidos”.

    • Patrícia Ribeiro Says: novembro 20, 2015 at 8:42 pm

      Sim, Gustavo. Concordo com você, mas não poderia deixar de fora estes dois parques tão importantes de São Paulo. Mesmo o Ibirapuera, as pessoas não conhecem todos os cantos, às vezes, nem entraram nos museus. Conheço também muitos paulistanos que nunca foram no Jardim Botânico. Continue comentando e enviando sugestões. Abraços.

  3. É uma pena não citar o Parque Santo Dias no Bairro do Capão Redondo. Um parque que possui remanescente de mata atlântica e com uma Biodiversidade riquíssima. Espero que isso não tenha acorrido por o parque está localizado na periferia de São Paulo. Para quem tiver curiosidadede conhecer fica na Rua Jasmim da Beirada – Cohab Adventista. Lá existem árvores com mais de 100 anos e espécies com alto risco de extinção, como a palmeirinha que só existe na região de Cotia e lá no Parque.

    • Patrícia Ribeiro Says: maio 23, 2016 at 12:50 am

      Oi, Giselle. Obrigada pelo seu comentário. A maioria dos parques listados foram visitados por mim e os que não foram, a secretaria de meio ambiente do estado me passou as informações e fotos. Eles não tinham fotos de vários parques, portanto, o critério para entrar foram as fotos. Realmente nunca ouvi falar neste parque e vou colocar na minha lista para conhecer. São muitos parques em São Paulo que as pessoas nem sabem que existem. Já publiquei sobre lugares que ficam em áreas bem afastadas da cidade como o Parque do Carmo, Parque Ecológico Tietê e Parque Ecológico Guarapiranga. Você pode conferir os posts no blog. Continue acompanhando e comentando. Muito obrigada.

  4. Boa tarde!!
    Somos de uma Organização Social, denominada Promove – Inclusão Social, e estamos pesquisando Parques Públicos para levarmos nossas crianças e adolescentes para um dia diferencial de atividade.
    Gostaríamos que nos ajudassem quanto á indicação de parques que sejam seguros,arborizados e tenham area para fazer piquinique.
    Obrigado pela atenção
    Sueli Maria Greco
    Assistente Técnica

    • Patrícia Ribeiro Says: janeiro 25, 2017 at 12:47 pm

      Sueli, tem dois posts no blog sobre parques para fazer piqueniques. Leia os posts que tem muita informação e escolha o parque. Quanto à questão de segurança, acho melhor entrar em contato diretamente com os parques. Eu nunca tive nenhuma experiência ruim em parques de São Paulo, nunca fui assaltada, então para mim, são todos seguros, mas não posso te garantir que não vai acontecer nada com seu grupo. Continue acompanhando e divulgando o blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *