Mercado Municipal de São Paulo Foto: José Cordeiro/SPTuris Agenda Cultural / Compras / É Grátis / História e Arte / Na natureza / Onde comer

Nesta época todo mundo corre para as praias e interior, resultado: trânsito intenso, lugares lotados e São Paulo fica uma maravilha para quem não viaja. Este é um bom período para visitar lugares sem filas e fazer passeios ao ar livre. Seguem algumas sugestões do que fazer nos últimos dias de 2017 e em janeiro.

MIS – Exposição Renato Russo

A exposição que fica em cartaz no MIS até 28 de janeiro de 2018 reúne mais de mil itens do acervo do cantor e compositor. É um verdadeiro mergulho no universo do artista. De 26 a 30 de dezembro tem entrada gratuita. Para compra no ingresso rápido, o visitante terá sua visita agendada e não precisará ficar nas filas site Ingresso Rápido: www.ingressorapido.com.br/renatorussonomis . Valores R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia-entrada). O MIS tem entrada gratuita às terças e aos domingos só vende ingressos diretamente na bilheteria.Preços dos ingressos na bilheteria: R$ 12 e R$ 6 (meia entrada) Fechado dia 31/12 e 01/01. Museu da Imagem e do Som – MIS
Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo | (11) 2117 4777 | www.mis-sp.org.br

Presépios do mundo todo no Convento Franciscano

Presépios do mundo todo no Convento Franciscano

Exposição de Presépios – Convento Franciscano

A exposição franciscana de presépios do Convento São Francisco chega a sua 26ª edição, com setenta presépios inéditos, divididos em vitrines ambientadas com cenografias únicas e originais, material reciclado e criatividade que dão aos presépios o destaque merecido. Desde 2010, Frei Róger Brunorio, que também é museólogo faz a curadoria e este ano se despede de São Paulo, com o compromisso de levar os visitantes a refletirem sobre o Mistério do Natal à luz do tema: “Sede misericordiosos, como o vosso Pai é misericordioso”.Para a exposição desse ano são exibidos presépios de 14 estados brasileiros e de quinze países. Os conjuntos são originais e algumas peças são únicas. Os presépios são feitos de material diverso e artesanal. A riqueza nos detalhes das obras leva o visitante a perceber a diversidade das culturas brasileira e estrangeira. Convento São Francisco, Largo São Francisco, 133  Grupos podem agendar visita pelo telefone: (11) 3291-2400. Grátis. De 03 de dezembro à 7 de janeiro de 2018.De terça a sábado das 9h às 17h. Domingo das 8h às 13h. Segunda: fechado25 de dezembro e 1º de janeiro: fechado

Mosteiro São Bento Foto: José Cordeiro/SPTuris

Mosteiro São Bento Foto: José Cordeiro/SPTuris

Mosteiro de São Bento

O Mosteiro de São Bento é um símbolo importante para a cidade de São Paulo. Com mais de 400 anos de História, o Mosteiro sempre teve grande influência na cidade. A construção compõe-se do estilo da escola artística de Beuron, projeto de Richard Berndl – Professor da Universidade de Munique e um dos melhores arquitetos da Alemanha. É desta época a decoração interna em estilo Beuronense foi feita pelo beneditino belga Dom Adelberto Gressnigt. A Basílica só foi consagrada em 1922. Nesta época foram instalados os sinos e o relógio, tido como o mais preciso de São Paulo. A 5ª Exposição Internacional de Presépios do Mosteiro de São Bento de São Paulo poderá ser conferida até o dia 29 de dezembro de 2017. A entrada é franca. O Mosteiro São Bento fica no Largo de São Bento. Maiores informações: (11) 3328-8799.Horário:segunda à sexta-feira, das 8h às 17;sábado, das 8h ao meio-dia; domingo, das 11h20 ao meio-dia.A missa mais concorrida é aos domingos – 10h – com Canto Gregoriano e Órgão. Largo de São Bento, s/no – Centro. Para visitação nos outros horários, confira no site: http://mosteiro.org.br/

Mercado Municipal de São Paulo Foto: José Cordeiro/SPTuris

Mercado Municipal de São Paulo Foto: José Cordeiro/SPTuris

Mercado Municipal de São Paulo

Conhecido pela riqueza gastronômica, o Mercado Municipal Paulistano abriga cerca de 300 boxes e recebe, semanalmente, cerca de 50 mil pessoas. Lá pode-se encontrar de grãos a chocolates, de frutas a embutidos, além de vinhos, cervejas, cachaças, doces, queijos, carnes e temperos. Isso sem falar no espaço gastronômico, que oferece a oportunidade de degustar saborosos pratos ali mesmo, enquanto se aprecia a beleza arquitetônica do Mercadão. O prédio  ocupa um espaço de 12.600 metros quadrados e foi Projetado pelo escritório do arquiteto Francisco Ramos de Azevedo em 1926, o Mercadão foi inaugurado em 25 de janeiro de 1933. É um dos pontos turísticos mais visitados de São Paulo por visitantes brasileiros e estrangeiros.  Segunda a sábado, das 6 às 18 horas. Dia 24,  dia 31, domingos e feriados, das 6 às 16 horas. Fecha 25 de dezembro e 1º , 2 e 3 de janeiro. http://www.oportaldomercadao.com.br/

Pico do Jaraguá. Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP

Pico do Jaraguá. Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP

Pico do Jaraguá

Um passeio lindo é visitar o Pico do Jaraguá que uma vista impressionante de vários pontos da cidade. Localizado na zona oeste, o acesso pode ser de carro ou através uma trilha no parque. Já fiz um post sobre a trilha do Pai Zé para chegar ao pico. Confira aqui. O Pico do Jaraguá pode ser visto de vários pontos de São Paulo. Para chegar ao pico é preciso subir uma escada de 360 degraus! É um mirante de 360 graus onde você enxerga os pontos mais distantes de São Paulo, parte de Osasco, as rodovias dos Bandeirantes, Anhanguera e o Rodoanel. O Pico do Jaraguá tem 1.135 metros e a torre da rede Bandeirantes fica lá.  Se você quiser exclusividade, vá bem cedo, porque depois das 10 horas o mirante fica bem cheio. É fundamental que o dia esteja bem claro e aberto para aproveitar mais a visão. Diariamente das 7h às 17h. Grátis. http://www.ambiente.sp.gov.br/parque-estadual-do-jaragua/

 

 

Explore a Vila Madalena a pé: roteiro de cultura e arte

Beco do Batman

Passeio a pé pela Vila Madalena

A Vila Madalena é cheia de galerias de arte, lojinhas de design, arte, brechós, livrarias e cafés. O grafite está estampado em vários muros e dá a identidade visual do bairro. O ponto de partida é a rua Fradique Coutinho, esquina com a Cardeal Arcoverde. A Livraria da Vila é a primeira parada. Continuando a caminhada, resolvi ir direto para a Galeria Fortes Vilaça. Em seguida, parei para conhecer a Blau Projects, no nr 1464. O número 1340 é o Coffee Lab. Para quem gosta de café é o paraíso. Os amantes da fotografia (como eu), vão curtir muito a Ímã Foto Galeria.  Depois siga para a rua Wizard até chegar na Harmonia. O nome condiz com o que encontrei no lugar. Restaurantes, bares, lojinhas e galerias charmosas. Conheci a Urban Arts, um lugar super descolado com muita arte pop. Na mesma rua, no número 95 fica a galeria A7Ma, No número 153 fica a Galeria Nikon, outro espaço para quem curte fotografia, que tem exposições muito bacanas, além de encontros com fotógrafos, workshops e eventos. Por último, o Beco do Batman. Uma explosão de cores e estilos adornam os muros do beco. Você percebe que são vários artistas deixando sua marca e fazendo arte de rua. Veja post completo sobre como explorar a Vila Madalena a pé clicando aqui.

Ceret
Foto: www.areasverdesdacidade..com.br

CERET – Centro Esportivo, Recreativo e Educativo do Trabalhador

Administrado pela Secretaria Municipal de Esportes da Prefeitura de SP, o CERET é o lugar na zona leste para os amantes dos esportes: três campos de futebol oficiais, um campo de futebol society, quatro quadras de basquete, quatro quadras de vôlei, quatro quadras poliesportivas, seis quadras de saibro, pista de atletismo com seis raias, dois locais para arremessos de peso e disco, duas canchas de bocha, um ginásio poliesportivo, galpão e sala de ginástica, balneário com quatro piscinas e pistas para caminhadas/corridas. Nossa, fiquei até cansada! Mas se assim como eu, vocês quiseram ficar numa boa, curtindo a paisagem e comendo como se não houvesse amanhã – mas, lembrem-se que há, por isso, nada de exageros, o piquenique pode ser bem leve, eu vou dar mais adiante dicas de alimentos – o Parque dispõe de áreas arborizadas onde ocorrem trilhas ecológicas monitoradas sob a Mata Atlântica. Para o piquenique nos quiosques deverão agendar com a administração e não há lanchonete no local. Cães são bem-vindos na área exclusiva para eles: o “cachorródromo”. Um destaque para iniciativa de um programa que visa o cultivo de hortas e outras plantas com foco no público estudantil e a comunidade. Para saber mais: Coordenadoria de Convivência, Participação e Empreendedorismo Social (CONPARES), por meio dos telefones: (11) 3113-9629 ou (11) 3113-9683. CERET. Rua Canuto de Abreu, s/n Vila Formosa. Segunda à sexta das 6h às 22h. Sábados, domingos e feriados das 6h às 18h. Telefones: (11) 2671-8788. Estacionamento no local. ÔNIBUS: 233A-10 – J. Helena –233C-10 – Terminal A.E. Carvalho – 372U-10 – Santa Isabel – Metrô Tatuapé, 4044-10 – Term. Vila Carrão – 414P-10 – Vila Industrial – Penha e a 473T-10 – Metrô Vila Mariana – Pq. São Jorge. Outras linhas ligue 156 ou acesse SPTrans.

Parque da Juventude
Caio Pimenta/SPTuris

Parque da Juventude

o Parque possui inúmeros atrativos para todo tipo de visitante, tais como: oito quadras poliesportivas, duas quadras de tênis, pistas de skate, ciclovia, playground, pista para caminhada e corrida, acesso à Biblioteca de São Paulo com mais de 35 mil obras no acervo, 90 computadores para o público acessar a internet (gratuitamente, durante 120 minutos diários), filmes, músicas e jogos eletrônicos. Ainda é possível pegar emprestado mediante apresentação de identidade: bolas de futsal, bolas de vôlei, bolas de handebol, bolas de basquete, raquetes e bolas de tênis, raquetes e bolas de ping pong, jogo de damas e jogo de xadrez. Para quem não dispensa a história e representações artísticas poderá conhecer ruínas do Complexo Penitenciário Carandiru e apreciar diversos murais trabalhados em grafitti. O parque possui uma agenda cultural extensa: sempre há algum show ou festival nacional acontecendo, teatros, circos. Como não há lanchonete, o piquenique é mais que sugerido para esse passeio. Sua área verde é pequena de apenas 16.000 m², mas suficiente para procurar aquela boa sombra e curtir uma manhã ou tarde nesse local tão significativo para a sociedade. Parque da Juventude. Avenida General Ataliba Leonel, 500, Av. Cruzeiro do Sul, 2630 ou Av. Zachi Narchi, 1309, Santana. Diariamente das 6h às 19h (Área Esportiva) e 6h às 18h (Área Central) e 9h30 às 18h30h (Terças aos domingos na Área Institucional – Biblioteca SP). Telefones: (11) 2089-8600 ÔNIBUS 1721-10 Vila Ede – Metrô Carandiru / 1721-50 Vila Ede – Terminal Bandeira / 2103-10 Santana – Jardim Almanara / 2010-31 Parque Edu Chaves – Metrô Carandiru / 1721-21 Vila Ede – Metrô Carandiru. Outras linhas ligue 156 ou acesse SPTrans.

Sesc Itaquera

Uma das características mais marcantes dessa unidade é a grande área verde no local. Quadras poliesportivas, piscinas, teatro ao ar livre, espaços para leitura são apenas algumas das atrações, além das oficinas de cuidado ambiental. .A programação tem preços populares, algumas atrações gratuitas, associados tem descontos maiores. Confira a programação completa no site SESC Itaquera Avenida Fernando Espírito Santo Alves de Mattos, 1000 – Itaquera  (11) 2523-9200 Quarta a domingo e feriados das 9h às 17h. Para chegar lá é preciso descer na estação Itaquera e pegar um ônibus.

Ciclovia Av Bras Lema
Foto Marcelo Olha

Ciclofaixa

O trecho norte da CicloFaixa de Lazer possui 8,5 km de extensão, sendo 4,25 km de ida e 4,25 km de volta ligando a Praça Heróis da F.E.B. ao metrô Parada Inglesa, permitindo acessar também o Parque da Juventude. O trajeto compreende a Avenida Santos Dumont (entre o retorno próximo à Avenida Braz Leme e à Avenida General Pedro Leon Schneider); Avenida General Pedro Leon Schneider; toda extensão; Avenida General Ataliba Leonel; entre a Rua Voluntários da Pátria e a Praça Orlando Silva; Avenida Luis Dumont Villares; desde Praça Orlando Silva até Rua Viri. Em outubro de 2012, entrou em operação o prolongamento interligando a ciclofaixa à Ciclovia Braz Leme. O percurso é feito pela Avenida Santos Dumont e possui 500 m. O acesso à ciclovia pode ser pelas estações Parada Inglesa, Jardim São Paulo, Carandiru.


Meu nome é Patrícia Ribeiro. Sou formada pela Faculdade Cásper Líbero e já trabalhei como editora e repórter em revistas, jornais, sites e em assessoria de imprensa. Adoro contar histórias, sou curiosa e gosto de ouvir as pessoas. Como gosto de viajar, acabei escrevendo muitas reportagens de viagens e turismo e produzi guias de viagem nacionais e internacionais. Adoro a vida cultural da cidade e descobrir lugares novos. Resolvi aliar o que eu gosto do que faço no meu tempo livre neste blog e compartilhar minhas dicas com moradores e visitantes.

Comments

  1. Aparecida Dolores Veronesi Says: dezembro 23, 2015 at 1:05 pm

    Olá, Patrícia!
    Sobre o Mercadão, neste início de ano, dias 1,2 e 3 de janeiro de 2016, o mercado estará fechado, só reabrindo no dia 04/01/16.

    Aparecida Veronesi
    Adm. do Mercado Municipal Paulistano

    • Patrícia Ribeiro Says: dezembro 27, 2015 at 7:54 pm

      Obrigada, Aparecida. Eu chequei a informação com a assessoria de imprensa, mas ela não me passou esta informação. Vou corrigir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *