a7ma
Divulgação Agenda Cultural / É Grátis

As opções e os perfis de cada galeria de arte são tantos e tão variados que fica difícil selecionar as que valem o destaque.  O blog Passeios Baratos em SP fez esta listagem pensada na tentativa de incluir galerias novas e outras já mais tradicionais – apesar de todas terem surgido a partir de 2002 -, e também procurando apontar aquelas que se destacam em certas áreas específicas, como fotografia ou arte urbana. De qualquer forma, a ideia é apresentar boas opções de lugares que, entre outros tantos, fazem valer o passeio.

Galeria Vermelho Divulgação

Galeria Vermelho
Divulgação

Galeria Vermelho

O acesso é discreto, apenas uma passagem ali perto da av. Paulista com a rua da Consolação, mas é só chegar na praça central da galeria que já se nota o seu diferencial. Aberta em 2002, é formada por três casas de uma antiga vila, além de um anexo integrado em 2007, e busca fugir da formalidade das galerias tradicionais incentivando o diálogo entre artistas novos e os já estabelecidos, e também entre os seus espaços. Site Galeria Vermelho. Rua Minas Gerais, 350. Tel.: (11) 3138 1520. Terça a sexta, das 10h às 19h; sábado, das 11h às 17h. Entrada gratuita. Metrô: Estação Consolação / Paulista – Linhas 2 (Verde) e 4 (Amarela)

Galeria Ponder Divulgação

Galeria Ponder70 fica num agradável espaço no Paraíso
Divulgação

Ponder70

Além de estar em uma das travessas adoráveis do Paraíso,  o que torna a Ponder70 especial é o seu conceito de integração entre o espaço e as obras de arte. Quase tudo o que se encontra exposto, decorando a casa, está à venda, e também é possível acompanhar o trabalho dos artistas residentes e contar com alguns serviços de arte listados no site.  Site Ponder70. Tv. Ponder, 70. Whatsapp: (11) 98123 6798. Visitas com agendamento pelo site ou email: ponder70@ponder70.com. Metrô: Estação Paraíso – Linhas 1 (Azul) e 2 (Verde). Ônibus: 475R-10: Jd. São Saverio – Term. Pq. D.Pedro II; 5106-10: Jardim Selma – Lgo. São Francisco (circular)

Galeria Virgilio / b_arco

Galeria Virgílio Foto Divulgação

Galeria Virgílio
Foto Divulgação

Focada em artistas jovens e contemporâneos, sobretudo os que surgiram a partir dos anos 1980, a Galeria Virgílio procura fornecer o suporte necessário para promover e consolidar os seus trabalhos desde que foi inaugurada, em 2002. Compartilha o seu espaço com o centro cultural b_arco, que oferece uma programação de cursos, debates, performances e exposições, por exemplo, com o objetivo de levantar questões culturais e sociais a partir do que é produzido por ali. Localizados no fim de uma via com acesso à rua Teodoro Sampaio por uma escadaria, suas atividades se complementam, e também promovem um movimento bem animado no espaço público em dias de eventos.  Sites Galeria Virgilio / b_arco. Rua Dr. Virgilio de Carvalho Pinto, 426. Tel.: (11) 2373 2999 (Galeria Virgílio) / (11) 3081 6986 (b-arco). Segunda a sexta, das 11h às 19h; sábado, das 11h às 17h (Galeria Virgilio). Entrada gratuita. Metrô: Estação Fradique Coutinho – Linha 4 (Amarela)

Galeria Pivô Foto: Everton Ballardin

Galeria Pivô fica dentro do edifício Copan
Foto: Everton Ballardin

Pivô

Como se não bastasse estar localizado no edifício Copan, um dos ícones de São Paulo, faz um bom uso do (enorme) espaço que ocupa, antes fechado por quase vinte anos. Sua programação experimental de exposições, workshops, palestras e atividades educativas busca promover reflexões críticas e estéticas sobre questões contemporâneas, também ajudando, desde 2012, a consolidar essa nova efervescência urbana no centro da cidade. Em exibição: Exposição “ããã” – Parte do Programa Anual de Exposições 2016, esta individual do artista britânico Haroon Mirza é composta por uma instalação gerada por um aparelho eletrônico, criado pelo próprio artista, que emite sons, luzes e imagens captados em São Paulo, refletindo temas políticos, culturais e científicos. Até 13/8; Exposição “Cartas ao Prefeito: São Paulo” – Integrando um projeto mundial que já passou por diversas cidades em diferentes países, exibe cartas escritas por arquitetos e endereçadas ao prefeito local, nas quais expressam opiniões, ideias e sugestões para a cidade. Até 27/8. Site Pivô. Av. Ipiranga, 200 – loja 54. Tel.: (11) 3255 8703. Terça a sexta, das 13h às 20h; sábado, das 13h às 19h. Entrada gratuita. Metrô: Estação República – Linhas 3 (Vermelha) e 4 (Amarela)

Lâmina Divulgação

Estúdio  Lâmina: casa-galeria, coletivo e residência artística
Divulgação

Estúdio Lâmina + Phosphorus

Autodenominado “estúdio criativo, casa-galeria, coletivo e residência artística”, o Lâmina ocupa desde 2011 o quarto andar de um edifício dos anos 1940, focado na cultura independente e na arte contemporânea. Através do intercâmbio entre diversas formas de expressão, das artes visuais à dança e poesia, procura divulgar o trabalho de novos artistas e promover debates e pesquisas em torno de questões culturais e sobre a cidade de São Paulo. Com um perfil muito parecido, o Phosphorus também nasceu em 2011 e ocupa uma antiga casa no centro da cidade, mas essa de 1890, pertinho do Pátio do Colégio. O lugar se autodefine como um ambiente de convivência que aposta na experimentação artística através de projetos colaborativos e ateliês temporários, e conta também com um escritório de economia criativa. São bons exemplos de iniciativas independentes que buscam uma nova relação com o centro da cidade.  te Estúdio Lâmina. Av. São João, 108. Tel.: (11) 3228 6815. Quarta a sábado, das 14h às 18h. Entrada gratuita. Metrô: Estação São Bento – Linha 1 (Azul) Site Phosphorus. Rua Roberto Simonsen, 108. Tel.: (11) 3063 5766. Segunda a sexta, das 11h às 19h. Entrada gratuita. Metrô: Estação Sé – Linhas 1 (Azul) e 3 (Vermelha)

Galeria Tato na Vila Madalena Foto Divulgação

Galeria Tato na Vila Madalena
Foto Divulgação

Galeria TATO

Suas obras refletem a cultura visual urbana que a galeria procura trazer para o seu espaço, acompanhando a realidade do cotidiano nas grandes metrópoles e como ele é influenciado por essas imagens, sobretudo gráficas. Contando com artistas novos ou já mais consolidados, de diferentes linguagens, procura questionar os limites entre a arte expositiva e a da vida real, também pela conexão que promove entre o seu espaço e a rua em frente, desde 2010. Em exibição: Exposição coletiva “Contos e ensaios” – Três artistas reunidos para exibir os resultados de uma reflexão sobre realidade e ficção retratados em suas obras. De 4 a 20/8. Site Galeria TATO. Rua Fradique Coutinho, 1399. Tel.: (11) 2389 1399. Terça a sexta, das 10h às 19h; sábado, das 11h às 18h. Entrada gratuita. Metrô: Estações Vila Madalena – Linha 2 (Verde) e Fradique Coutinho – Linha 4 (Amarela). Ônibus: Linha 701A-10: Pq. Edu Chaves – Metrô Vila Madalena; 846M-10: Vila Piauí – Terminal Pinheiros; 847P-10: Terminal Pirituba – Itaim Bibi

Exposição #DI Pichar é Humano Foto: Henrique Madeira

Exposição #DI Pichar é Humano
Foto: Henrique Madeira

A7MA

A galeria A7MA (“a sétima”) é voltada exclusivamente para a arte de rua e as vertentes influenciadas por ela. Os trabalhos, por serem coletivos em sua maior parte, são um bom reflexo da própria galeria, que é o resultado da união entre dois grupos de artistas: o Fullhouse e o Coletivo 132. Desde 2012, vem se dedicando à busca pela aceitação e visibilidade da arte urbana, e já conta com mais de 30 exposições realizadas. Em exibição: Exposição #DI# “Pichar é Humano” – Homenagem ao pichador #DI#, considerado um dos mais importantes dos anos 1990 por seu trabalho inovador que revolucionou os conceitos da pichação e a sua relação com as artes. Até 27/8. Site A7MA. Rua Harmonia, 95B. Tel.: (11) 2361 7876. Segunda a sábado, das 11h às 20h. Entrada gratuita. Metrô: Estações Sumaré ou Vila Madalena – Linha 2 (Verde) e Fradique Coutinho – Linha 4 (Amarela). Ônibus: Linha 701A-10: Pq. Edu Chaves – Metrô Vila Madalena; 846M-10: Vila Piauí – Terminal Pinheiros; 847P-10: Terminal Pirituba – Itaim Bibi

Galeria Nikon Divulgação

Galeria Nikon
Divulgação

Galeria Nikon / DOC Galeria + Leica Gallery

Pioneira na América Latina, a Galeria Nikon é um espaço gerido pela DOC Galeria – dedicada à fotografia e responsável pela Mostra São Paulo de Fotografia – desde 2014. A sua proposta é a de ser uma referência para os profissionais e interessados na área, promovendo cursos, palestras e, claro, exposições. Também sob uma marca de câmeras e acessórios fotográficos – e igualmente pioneira em nosso continente – a Leica Gallery de São Paulo funciona desde 2015 em um lindo edifício da década de 1930, oferecendo exposições, um pequeno museu da marca e alguns livros e revistas especializados para consulta, além de um simpático café em seu pátio interno. Em exibição na Leica Gallery: Exposição “Érico Hiller – Diários de Viagem” – O fotógrafo passou por diversos países ao longo dos últimos treze anos e agora apresenta, pela primeira vez, as suas impressões retratadas. Também é exibido o seu recente projeto “A Jornada do Rinoceronte”, onde documenta o comércio do chifre do animal em países da África e Ásia. Até 13/8.   Site Galeria Nikon / DOC Galeria. Rua Aspicuelta, 153. Tel.: (11) 2592 7922. Segunda a sexta, das 10h às 19h; sábados e feriados, das 11h às 17h. Entrada gratuita. Metrô: Estações Sumaré ou Vila Madalena – Linha 2 (Verde) e Fradique Coutinho – Linha 4 (Amarela). Ônibus: Linha 701A-10: Pq. Edu Chaves – Metrô Vila Madalena; 846M-10: Vila Piauí – Terminal Pinheiros; 847P-10: Terminal Pirituba – Itaim Bibi Site Leica Gallery. Rua Maranhão, 600. Tel.: (11) 3512 3909. Terça a sexta, das 11h às 19h; sábado, das 11h às 16h. Entrada gratuita. Ônibus: 177H-21: Metrô Santana – Pinheiros; 408A-10: Machado De Assis – Cardoso De Almeida; 719P-10: Terminal Pinheiros – Metrô Armênia; 719R-10: Rio Pequeno – Metrô Barra Funda; 805L-10: Term.Princesa Isabel – Aclimação (circ.); 874T-10: Ipiranga – Lapa

Baró Divulgação

Baró funciona num galpão na Barra Funda
Divulgação

Baró (galpão)

Desde 2010 na Rua Barra Funda, também funciona em um endereço no bairro dos Jardins, mas o seu galpão é tão impressionante que mereceu o destaque. Espaço não falta para as exibições que promove – sobretudo de artistas das décadas de 1970 e 1980 -, e também oferece um programa de residência para novos talentos. Por ser muito presente no mercado internacional, é referência em mostras exclusivas e inéditas.  Em exibição: Exposição coletiva “Desordem” – A mostra é uma parceria com a galeria Emma Thomas e exibe os trabalhos de mais de quinze artistas do acervo das duas galerias. Até 25/8. Site Baró. Galpão: Rua Barra Funda, 216. Tel.: (11) 3666 6489. Terça a sexta, das 10h às 19h; sábado*, das 11h às 16h (*quando não houver exposição, visitas somente com agendamento). Entrada gratuita. Metrô: Estação Marechal Deodoro – Linha 3 (Vermelha)

Galeria Triângulo Divulgação

Galeria Triângulo
Divulgação

Casa Triângulo

O espaço mais novo da lista – apesar da galeria ter sido fundada em 1988 – foi aberto em março de 2016, apostando em uma sintonia bem interessante com o seu entorno urbano. Através de uma arquitetura leve e bastante atual, se firma com um dos principais endereços da arte contemporânea no país, investindo em uma arte de linguagem experimental que combina muito bem com a sua nova sede. Em exibição: Exposição coletiva “o que vem com a aurora” – Vinte artistas e um coletivo internacional reunidos nesta mostra que apresenta trabalhos engajados em criar um mundo diferente, baseado na diversidade representada pelo grupo de expositores. Até 27/8. Site Casa Triângulo. Rua Estados Unidos, 1324. Tel.: (11) 3167 5621. Terça a sábado, das 11h às 19h. Entrada gratuita. Ônibus: 107T-10: Metrô Tucuruvi – Terminal Pinheiros; 930P-10: Term. Pq.D.Pedro II – Term. Pinheiros

Conhece alguma dessas galerias? Tem alguma sugestão para esta lista?


Formado em Arquitetura e Patrimônio Urbano, Flavio tem um interesse especial por cidades e suas histórias. Conhecer e divulgar as atrações e a cultura de um lugar, fazendo com que os seus moradores e visitantes se apropriem, cuidem e desfrutem dele, é um dos seus principais sonhos/objetivos.

Comments

  1. […] Passeios Baratos em São Paulo. […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *