? Agenda Cultural / É Grátis / História e Arte / Na natureza

Toda cidade tem seus mirantes, geralmente são topos de prédios, montanhas e picos onde se avistam lugares longínquos e vários ângulos da cidade ou da natureza. São Paulo com sua topografia irregular possui alguns mirantes que são verdadeiros cartões-postais da cidade.  Para conhecer a metrópole e admirá-la, visite estes mirantes e descubra a grandiosidade e a beleza que São Paulo tem a oferecer. Você vai se surpreender. Ligue antes para conferir o horário de funcionamento.

MAC – Ibirapuera

O Museu de Arte Contemporânea de São Paulo fica no prédio onde funcionava o Detran, do outro lado do Parque do Ibirapuera. Administrado pela USP, o prédio abriga um acervo fixo de artistas contemporâneos e exposições temporárias.  Também tem cursos e oficinas gratuitos e atividades de férias.  Ao subir no topo, você se depara uma vista para a avenida 23 de Maio, parque do Ibirapuera e os fundos do Instituto Biológico cujo quintal é repleto de cafezais. O Museu de Arte Contemporânea foi criado em 1963 quando a Universidade de São Paulo recebeu o acervo do antigo MAM de São Paulo, formado pelas coleções do casal de mecenas Yolanda Penteado e Ciccillo Matarazzo, pelas coleções de obras adquiridas ou recebidas em doação durante a vigência do antigo MAM e pelos prêmios das Bienais de São Paulo, até 1961. De posse desse rico acervo composto, entre outras, por obras de Amedeo Modigliani, Pablo Picasso, Joan Miró, Alexander Calder, Wassily Kandinsky, Tarsila do Amaral, Anita Malfatti, Emiliano Di Cavalcanti, Alfredo Volpi, Lygia Clark e uma estupenda coleção de arte italiana do começo do século XX, o novo museu passa a atender aos principais objetivos da Universidade: busca do conhecimento e sua disseminação pela sociedade. MAC USP Ibirapuera  av. Pedro Álvares Cabral, 1301.  De terça a domingo das 10 às 18 horas. Fechado 31/12 e  01/01.Grátis. http://www.mac.usp.br/mac/

Vista a partir do MAC, cafezal do Instituto Biológico Foto: Patrícia Ribeiro/Passeios Baratos em SP

Vista a partir do MAC, cafezal do Instituto Biológico Foto: Patrícia Ribeiro/Passeios Baratos em SP

Edifício Matarazzo

O Edifício Matarazzo, sede da nossa prefeitura, está recebendo turistas e moradores. Basta ir no dia da visitação com 1 hora de antecedência. Com duração de uma hora e os visitantes conhecem a história, a arquitetura e um surpreendente jardim suspenso no topo do edifício com vista para o centro da cidade. As visitas ao Edifício Matarazzo – Sede da Prefeitura são espontâneas. Basta comparecer à entrada principal do edifício – Viaduto do Chá nº15, com pelo menos 01 hora de antecedência ao horário escolhido para preencher o cadastro de visitante com o monitor, e portando documento oficial com foto. Aos sábados, caso a entrada principal esteja fechada, dirigir-se a entrada lateral do Edifício (Rua Dr. Falcão Filho).As visitas possuem limite de 10 vagas por horário, que serão preenchidas por ordem de chegada, e com 15 minutos de antecedência as reservas são encerradas. As visitas monitoradas ao Edifício Matarazzo acontecem de:Segunda a sábado, 10h30, 14h30 e 16h30.  Em caso de chuva forte e/ou manifestação pública, a visita poderá ser cancelada;·  A visita poderá ser cancelada ou suprimida em partes a qualquer momento, por motivo de força maior ou caso as regras de visitação não estejam sendo cumpridas;·  Para cadastramento no Edifício é necessário apresentação de documento de identificação original e com foto.

Vista do mirante Foto: Patrícia Ribeiro/Passeios Baratos em SP

Vista do mirante do Edíficio Matarazzo Foto: Patrícia Ribeiro/Passeios Baratos em SP

Edifício Martinelli

ATUALIZAÇÃO EM 27/04. A VISITAÇÃO NO EDIFÍCIO MARTINELLLI ESTÁ FECHADA POR TEMPO INDETERMINADO. Para quem quer ficar mais tempo admirando São Paulo do alto, a solução é ir ao Edifício Martinelli a poucos metros do prédio do Banespa. Ele não é tão alto quanto o primeiro, mas a vista é igualmente bonita e não há limite de tempo. Mesmo com longas filas, como entram muitas pessoas de uma vez, é bem rápido.   Os horários também são mais flexíveis, já que abre para visitas aos finais de semana.

Vale a pena conhecer a história deste prédio histórico construído pelo milionário italiano Giuseppe Martinelli. Na época em que foi construído, ele queria que fosse o edifício mais alto de São Paulo e foi entre 1929 e 1936. Sua construção foi um acontecimento na época e muitas pessoas achavam que não era seguro. Para provar sua segurança, Martinelli construiu sua mansão nos últimos andares para morar ali. Martinelli impressionava não só pelas dimensões como pela rica ornamentação e luxuoso acabamento: portas de pinho de Riga, escadas de mármore de Carrara, vidros, espelhos e papéis de parede belgas, louça sanitária inglesa, elevadores suíços – tudo o que havia de melhor na época. Hoje o edifício é ocupado por órgãos públicos e aberto para visitação turística. De lá, é possível ver o prédio Altino Arantes, o Vale do Anhangabaú e até a Serra da Cantareira. Para fazer um passeio guiado que inclui visita ao prédio, veja este post sobre passeios com guia no centro histórico de São Paulo. 

Horários de visitação de 2ª a 6ª das 9h30 às 11h30 e das 14h às 16h. Fechado aos finais de semana e feriados. Agendamento de visitas monitoradas para grupos acima de 15 pessoas. Tel.: (11) 3104-2477.   Av. São João, 11 a 65, metrô Anhangabaú ou São Bento http://www.prediomartinelli.com.br/

Prédio do Banespa a partir do edifício Martinelli. Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP

Prédio do Banespa a partir do edifício Martinelli. Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP

 Edifício Itália

ATENÇÃO: VISITAS AO TERRAÇO ESTÃO SUSPENSAS POR TEMPO INDETERMINADO. O segundo maior edifício da cidade, com 165 metros de altura e 46 andares é o Circolo Italiano, mais conhecido como Itália, na Avenida Ipiranga. O mirante fica no restaurante no último andar,  o Terraço Itália, onde executivos se reúnem no almoço e à noite, casais vão jantar atraídos pelo romantismo e a vista do lugar. Especializado em culinária italiana, oss preços são salgados, mas há uma maneira para visitar este mirante sem pagar nada.

Apenas de segunda a sexta, das 16h às 17h, os visitantes podem ir ao mirante sem precisar consumir no restaurante. É uma pena que o horário seja tão restrito.  Se tiver de folga um dia da semana, vale a pena visitar o mirante onde avista-se  o edifício Copan, o Altino Arantes, Elevado Costa e Silva, o Mercado Municipal e a prefeitura.  Em dias claros, é possível avistar a Serra da Cantareira.

Inaugurado em 1965, a obra foi de autoria do arquiteto alemão Franz Heep e logo tornou-se um dos principais cartões-postais da cidade.  O prédio simboliza a ascensão social dos imigrantes italianos que fizeram a vida em São Paulo. Avenida Ipiranga, 344, 41ª andar – Centro – metrô República tel.: (11) 2189-2929  http://www.terracoitalia.com.br/ e http://www.edificioitalia.com.br/

Vista do Edifício Itália. Wikimedia

Vista do Edifício Itália. Wikimedia

 Edifício Copan

Aproveite a visita do edifício Itália e vá ao prédio ao lado, o inconfundível Copan, com suas linhas que imitam uma grande onda, obra do renomado arquiteto Oscar Niemeyer.  Projetado na década de 50, o prédio representava as transformações e o crescimento que São Paulo estava vivendo. O Copan completou 50 anos em maio.

As dimensões do condomínio impressionam. O Copan abriga 1.160 apartamentos, distribuídos em seis blocos com 2.038 moradores. A área comercial tem 72 lojas, possui 20 elevadores e garagem para 220 veículos.  A sinuosa forma do prédio é marca registrada de Niemeyer que disse:  “não é o ângulo reto que me atrai, nem a linha reta, dura, inflexível…o que me atrai é uma curva livre e sensual.” São cerca de 5 mil moradores e a sua galeria abriga lojas, bares e o Café Floresta, que funciona há 40 anos no mesmo local.

Do alto dos seus 42 andares e 115 metros de altura, pode-se ver a avenida Paulista, a Igreja da Consolação, o edifício Itália e até a marginal Tietê. Aqui o acesso também tem horário restrito. A visitação só é permitida de segunda a sexta, das às 10h30 e às 15h30 durante 15 minutos. Fechado nos feriados. Grátis.  LIGUE ANTES PARA CONFIRMAR SE ESTÁ ABERTO PARA VISITAÇÃO.  Visita acima de 10 pessoas tem que agendar por e-mail copansp@uol.com.br Avenida Ipiranga, 200, Centro, Estação República, ligue antes para confirmar os horários de visitação. Tel.: (11) 3259-5917.  http://www.copansp.com.br/

Vista do Copan. Foto: Wikimedia

Vista do Copan. Foto: Wikimedia

 Pico do Jaraguá

Mas São Paulo não é só selva de pedra, um mirante imperdível é o Pico do Jaraguá com uma vista impressionante de vários pontos da cidade. Localizado na zona oeste, o acesso pode ser de carro ou através uma trilha no parque.  Já fiz um post sobre a trilha do Pai Zé para chegar ao pico. Clique aqui para ler.

O Parque Estadual do Jaraguá possui 492 hectares e abriga um dos últimos remanescentes da Mata Atlântica. O Pico do Jaraguá pode ser visto de vários pontos de São Paulo.

Para chegar ao pico é preciso subir uma escada de 360 degraus! É um mirante de 360 graus onde você enxerga os pontos mais distantes de São Paulo, parte de Osasco, as rodovias dos Bandeirantes, Anhanguera e o Rodoanel. Aliás, são dois mirantes, o primeiro é o Pico do Papagaio, com 1.127 metros, abriga a torra da rede Cultura. O Pico do Jaraguá tem 1.135 metros e a torre da rede Bandeirantes fica lá. No dia que eu fui estava super concorrido para tirar fotos. Não sei se é sempre assim, mas ver São Paulo deste ângulo realmente compensa todo o esforço.

Se você quiser exclusividade, vá bem cedo, porque depois das 10 horas o mirante fica bem cheio. É fundamental que o dia esteja bem claro e aberto para aproveitar mais a visão. Diariamente das 7h às 17h. Grátis. Aberto dia 31/12 e 01/01.

Pico do Jaraguá. Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP

Pico do Jaraguá. Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP

Como chegar

Rua Antônio Cardoso Nogueira 539 – Vila Chica Luiza

KM 18 Via Anhanguera – Acesso de ônibus e trem

Linhas:

8040 – Lapa – Sol Nascente

8047 – Lapa- Jaraguá

8696 – Praça Ramos – Jaraguá

Estação: Vila Clarice – Linha 7 Rubi da CPTM, com destino a Francisco Morato e depois pegar o ônibus Sol Nascente ou Jaraguá. Desce na porta.

Mais informações no site: http://www.ambiente.sp.gov.br/parque-estadual-do-jaragua/

Parque da Cantareira – Pedra Grande

Um dos meus parques preferidos, o núcleo Pedra Grande do Parque da Cantareira é um lugar muito bonito, com acesso através de uma trilha asfaltada com 9 km de ida e volta. Localizado na zona norte da capital, a apenas 10 km da praça da Sé, você caminha rodeado de mata atlântica, ouvindo o canto dos pássaros e tem como presente uma das vistas mais bonitas de São Paulo. Avista-se os bairros da região e em dias mais claros é possível avistar a Serra do Mar.

Quando se chega na formação de granito tem-se uma vista panorâmica da cidade e traz uma sensação é de paz e tranquilidade. Muitos escolhem o local para fazer um piquenique, descansar e tirar belas fotos.  Saiba outras informações e dicas completas neste post.

Rua do Horto, 1799, Parque da Cantareira. Visitação: sábados, domingos e feriados das 8h às 17h. Fechado dias 31/12 e 01/01. Aberto todos os dias em janeiro das 8h às 17h depois volta ao horário de finais de semana. R$ 13 e R$ 6,50 (meia)

Como chegar: Há várias linhas de ônibus que dão acesso ao parque entre as quais a 2740-41 Metrô Parada Inglesa x Horto Florestal.
Similares: 2740-10-0 – Metrô Santana, 1783-41-0 – Metrô Parada Inglesa; 1764-41-0 – Metrô Parada Inglesa,1783-21-0 – Metrô Tucuruvi e 1722-10-0 – Tucuruvi.

http://www.ambiente.sp.gov.br/parque-da-cantareira/

Mirante da Pedra Grande - Parque da Cantareira com vista para a zona norte. Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP

Mirante da Pedra Grande – Parque da Cantareira com vista para a zona norte. Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP

 Praça do Pôr do Sol (Praça Coronel Custódio Fernandes Pinheiros)

Tem programa mais romântico que assistir ao entardecer junto à natureza? Não é preciso ir muito longe para ver o astro-rei se esconder entre os arranha-céus. Famílias, casais e grupos de amigos se reúnem na Praça do Pôr do Sol em Pinheiros, principalmente nos finais de semana. A paisagem é rodeada de alguns prédios e muito verde, é possível ver a Cidade Universitária, Pinheiros e o prédio do Instituto Tomie Otahke. Se ainda não conhece, esta é uma boa ocasião para ir com seu amor ou seus amigos. Rua Desembargador Ferreira França,– Alto de Pinheiros

Como chegar: do Terminal Lapa, pegar o ônibus Itaim Bibi 9050-10 e descer na rua Arquiteto Jaime Fonseca Rodrigues, 554

Praça do Por do Sol reúne dezenas de pessoas no final de semana. Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP

Praça do Por do Sol reúne dezenas de pessoas no final de semana. Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP


Meu nome é Patrícia Ribeiro. Sou formada pela Faculdade Cásper Líbero e já trabalhei como editora e repórter em revistas, jornais, sites e em assessoria de imprensa. Adoro contar histórias, sou curiosa e gosto de ouvir as pessoas. Como gosto de viajar, acabei escrevendo muitas reportagens de viagens e turismo e produzi guias de viagem nacionais e internacionais. Adoro a vida cultural da cidade e descobrir lugares novos. Resolvi aliar o que eu gosto do que faço no meu tempo livre neste blog e compartilhar minhas dicas com moradores e visitantes.

Comments

  1. Excelente post! 🙂
    Salvei até nos favoritos, quero visitar todos logo mais. Era algo que desconhecia em SP, e graças a você, fim de semana passado fui no mirante do Edifício Martinelli.É uma vista invrível!

    Parabéns pelo site!

    • Patrícia Ribeiro Says: dezembro 27, 2015 at 7:55 pm

      Oi, Guilherme. Que bom que gostou! Cadastre seu e-mail para receber as atualizações. Compartilhe os posts, convide os amigos para curtir o blog e o Facebook. Tem novidades todos os dias. Abraços.

  2. […] 10h30 e às 15h30. Para saber outros mirantes para visitar em São Paulo leia este post clicando aqui. Grátis. Avenida Ipiranga, 200, Centro, Estação República,  […]

  3. Só é uma grande pena terem vetado a visita ao Banespão. um veto criminoso para o turismo em SP.

    • Patrícia Ribeiro Says: maio 10, 2016 at 10:05 am

      Concordo, Rodrigo. Infelizmente, o nosso turismo e cultura não são muito valorizados e agora só temos as opções de visitar os topos dos edifícios Copan, Itália e Martinelli durante a semana.

  4. Acho triste que a maioria não funciona aos fins de semana, pois nunca consegui visitar mesmo morando bem perto do Terraço Itália, Copan e Martinelli porque trabalho nos horários disponíveis para visitação.

    • Patrícia Ribeiro Says: outubro 30, 2016 at 1:17 pm

      Oi, Patrícia. Também acho bem triste, mas tanto o Terraço Itália como o Copan não lucram com isso e por isso não há interesse de abrir para o público. Quanto ao Martinelli, fiquei sabendo que para abrir aos finais de semana teriam que pagar hora extra aos funcionários e eles não querem gastar com isso. O Banespão também está fechado ao público. Só nos restam o Pico do Jaraguá, o Parque da Cantareira e o MAC.

  5. Parabéns pela página e obrigada por compartilhar conosco essas informações incríveis sobre São Paulo.

    • Patrícia Ribeiro Says: janeiro 25, 2017 at 12:48 pm

      Fabiana, obrigada pelo carinho. Faço isso por vocês e por São Paulo. Continue acompanhando e divulgando o blog. Bons passeios!

  6. Luiz paulo dias de toledo Says: abril 1, 2017 at 12:45 pm

    São Paulo deveria incentivar mais os passeios de fins de semana priorizando mais acessibilidades seguranças para que São Paulo seja mais amado e respeitado.

    • Patrícia Ribeiro Says: abril 1, 2017 at 5:37 pm

      Concordo, Luiz Paulo. Infelizmente faltam mais iniciativas, por isso temos que escolher bem nossos vereadores para que eles atendam nossas necessidades e para que possamos cobrar depois de eles serem eleitos. Um abraço e continue acompanhando o blog.

  7. Anderson Clayton Wanderley Says: maio 5, 2017 at 8:58 pm

    Esqueceram do Mirante se santana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *