O Japão é aqui. Espaço zen no Parque do Ibirapuera Agenda Cultural / bate e volta / Compras / É Grátis / Na natureza

Escolhi 6 lugares para ir para quem deseja se divertir em  São Paulo gastando pouco ou nada. A cidade é tão multicultural que tem opções desde áreas verdes, programas culturais, até para quem deseja fazer um passeio zen. Veja a programação e  divirta-se.

Pavilhão japonês

10 salao nobre

Fechado em novembro passado para as obras, o Pavilhão Japonês reabriu no dia 6 de janeiro e traz exposições de Arte Craft (cerâmica, boneca tôsso, arte em metal, oshibana, tintura natural, shippo-yaki), Ikebana e Bonsai, além de Concertos de Música Clássica Japonesa. O lugar fica dentro do Parque do Ibirapuera, um verdadeiro oásis oriental com lago de carpas, os belos jardins ornados com obras de arte, as árvores em miniatura (com alguns exemplares com mais de 80 anos) e arranjos florais. O Olhar Japonês no Brasil. Até 28 de fevereiro de 2016. Aberto às quartas, sábados e domingos (inclusive durante o carnaval). Sábado, às 15h e domingo, às 11h, concerto de música clássica japonesa. R$ 5 a R$ 10 (grátis para crianças até 4 anos e idosos acima de 65 anos). http://www.bunkyo.org.br/pt-BR/pavilhao-japones

Parque da Juventude

Parque da Juventude Foto: Caio Pimenta/SPTuris

Parque da Juventude Foto: Caio Pimenta/SPTuris

O parque funciona onde era o complexo penitenciário do Carandiru e não resta dúvida que a zona norte só ganhou com esta área de lazer. Inaugurado em 2003 e finalizado em 2007, o parque fica bem localizado, do ladinho do metrô, possui ampla área verde,  áreas de lazer e entretenimento e grande área aberta para a realização de shows e eventos. Além disso, abriga uma biblioteca com mais de 35 mil livros e escolas técnicas (ETEC). Aqui é permitido trazer animais domésticos, andar de bicicleta, quadras de skate, tênis, vôlei, playground, aparelhos de ginástica, pista de caminhada e também tem lanchonetes dentro do parque. Um destaque é o Memorial das Ruínas, que abriga sobras de pavilhões e celas abandonadas em 1993 e as muralhas do antigo presídio que fica a 7 metros de altura  e tem uma bela vista do parque. Avenida Ataliba Leonel, 500, Santana. Metrô Carandiru. Diariamente das 6h às 18h. A Área esportiva funciona das 6h às 22h.  http://parquedajuventude.sp.gov.br/

Parque da Aclimação

Parque da Aclimação Foto: Patrícia Ribeiro/Passeios Baratos em SP

Parque da Aclimação Foto: Patrícia Ribeiro/Passeios Baratos em SP

Uma opção para fugir do Ibirapuera e Villa Lobos, é ir ao pequeno e harmoso Parque da Aclimação. Um lugar  agradável de 112 mil m² de área verde, com pista de cooper de 5 km que circunda o lago. Frequentado por moradores da região, é uma ótima opção para caminhadas, praticar esportes ou fazer um piquenique com a família e amigos. É proibido circular de bicicletas. O parque abriga uma concha acústica, jardim japonês com espelho d’água, aparelhos de ginástica, parques infantis, paraciclo e campos de futebol, voleibol e basquetebol. Muito arborizado, tem bosque, áreas ajardinadas com várias espécies, além de eucaliptos..  Parque da Aclimação Rua Muniz de Souza, 1119 – Aclimação. Metrô Ana Rosa

Embu das Artes

Centro histórico de Embu das Artes Foto: Divulgação

Centro histórico de Embu das Artes Foto: Divulgação

A Feira de Embu das Artes completou 47 anos no dia 31 de janeiro. Cerca de 800 expositores de várias nacionalidades e uma infinidade de produtos nos segmentos de artesanato, artes plásticas, feira do verde, antiquários e alimentação, entre outros,  estão presente nas ruas do centro histórico e continua atraindo milhares de turistas nos fins de semana e feriados. O carnaval (ok, para quem quer um pouco da festa com clima de interior) acontece em dois pontos da cidade: no Centro Histórico, onde se concentram os blocos carnavalescos, e no Parque Francisco Rizzo com shows diversos e início às 19h. No centro, a folia começa às 15h. Saiba mais: http://embudasartes.sp.gov.br/noticia/ver/8662

 Santos histórica

Museu Pelé. Foto: Divulgação.

Museu Pelé. Foto: Divulgação.

Santos não tem só praias é uma bonita orla. A cidade também abriga um centro histórico belo e bem-conservado. É ideal para fazer um passeio de um dia. O centro fica a minutos a pé da rodoviária, é só se informar. Não deixe de fazer o passeio de bondinho, super concorrido, mas que vale a pena. Para quem gosta de futebol, tem o Museu do Pelé, mas o mais bonito é o Museu do Café e a Bolsa Oficial. Repare os prédios históricos, nos detalhes arquitetônicos. Se sobrar tempo, visite o complexo turístico do Monte Serrat, com uma vista maravilhosa da cidade e o conjunto do Carmo, com convento, igreja, uma das mais antigas da cidade. Todas as informações no site: http://www.turismosantos.com.br/ptb

Templo Zulai

templo-zulai-foto-230634

Visitar o templo Zulai é visitar o Oriente sem tirar os pés de São Paulo. Localizado na cidade vizinha de Cotia, o lugar é um retiro espiritual e ponto turístico para quem deseja conhecer mais sobre a filosofia budista e contemplar o lugar, repleto de esculturas belíssimas de budas, jardins e templo. Como é um lugar religioso, atente para as regras e modo de vestir. Visite o site para mais informações e como chegar de transporte público e carro:  http://www.templozulai.org.br/

 


Meu nome é Patrícia Ribeiro. Sou formada pela Faculdade Cásper Líbero e já trabalhei como editora e repórter em revistas, jornais, sites e em assessoria de imprensa. Adoro contar histórias, sou curiosa e gosto de ouvir as pessoas. Como gosto de viajar, acabei escrevendo muitas reportagens de viagens e turismo e produzi guias de viagem nacionais e internacionais. Adoro a vida cultural da cidade e descobrir lugares novos. Resolvi aliar o que eu gosto do que faço no meu tempo livre neste blog e compartilhar minhas dicas com moradores e visitantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *