Al Janiah
Divulgação Agenda Cultural / Onde comer

Muita gente que está acostumada com aquela imagem do Bixiga das cantinas, da Nossa Senhora Achiropita e das influências italianas em geral, não sabe que o bairro teve uma formação multicultural que o caracteriza até hoje.  Nesse contexto, parece muito natural – e simbólico – que o Al Janiah tenha se instalado ali no ano passado. Vindo de outro ponto do centro da cidade, se auto define como um “espaço cultural e político árabe com bebidas, comidas, músicas típicas e uma programação bem variada”. De fato, a programação  do Al Janiah é tão diversa que, mesmo se tratando de um centro de cultura árabe, acaba abrigando outras formas de expressão cultural vindas de diferentes regiões do Brasil, da América Latina e da África, por exemplo, se firmando como um ponto de encontro para comunidades estrangeiras e refugiados que vivem por aqui.

Festa no Al Janiah

Festa no Al Janiah

Sua entrada discreta – uma porta simples em meio a um paredão de tijolinhos – funciona como uma espécie de portal para uma realidade paralela de cheiros, músicas e línguas tão longínquos, mas ao mesmo tempo tão familiares, que nos fazem sentir naturalmente parte de tudo aquilo. A equipe do Al Janiah é formada por refugiados, em sua maioria palestinos e sírios, e também por voluntários, além de ser responsável pelas maravilhas gastronômicas – de preços bem justos, aliás – servidas em meio a sons e sotaques característicos, também nos fazer entender melhor o porquê da casa ter se tornado um palco para assuntos que envolvem relações internacionais, o Oriente Médio, os refugiados e outras questões político-sociais.

Al Janiah - Festa Umoja/Noite Afronordestina Divulgação

Al Janiah – Festa Umoja/Noite Afronordestina
Divulgação

Além da culinária, da musicalidade e da boemia, no Al Janiah são promovidos cursos, oficinas e debates que abordam a cultura árabe e temas contemporâneos que às vezes parecem muito distantes da nossa realidade, mas que acabamos entendendo melhor através do contato (in)direto com pessoas de diferentes realidades que esse lugar proporciona, nos fazendo perceber como estamos todos conectados, ainda que a princípio isso não seja tão claro. Talvez esse acabe sendo o papel do Al Janiah, que não por acaso foi se consolidando como uma espécie de ponte que nos faz compreender diferentes realidades que estão próximas, ainda que aparentemente tão distantes.

 

Al Janiah Divulgação

Al Janiah promove aulas de árabe
Divulgação

Programação

16/06 – Arruaça # 12 :: Especial Latino América!

SET LIST de Reggaeton + Cumbia + Brasilidades + Samba + Funk + Rumba + DJ Babi DJ Perón Dj convidada Camila Salviano (festa sirigaita) . Entrada: até 0h: R$ 10,00 | depois da 0h: R$ 15,00

17/06 – Encontro das Palavras Revolucionárias

Encontro “onde jogar conversa fora, conspirar, e cuidar da vida alheia é extremamente proibido.” Sarau Mágico de OZ: Fabio Akins Kintê Monteiro e Bia 011; Slam da Faixa de Gaza: Banks Backspin Crew (Ericson Carlos Silva ) e Bia 011; Musicas e Rimas: DJ Tony Di (Djtony Di), DJ Marina Lopes, Dj Fabio Bana

Entrada: R$10

18/06 – Festival Novos Sabores Veg do Mundo

Em comemoração ao dia internacional do refugiado, e com a proposta de partilhar a cultura do refugiado/imigrante e a filosofia vegana, é um festival divertido que reúne o melhor da gastronomia vegana da África e da América Latina em São Paulo.

Entrada gratuita.

22/6 – Trio Acústico de las Américas

Formado por uma cubana, uma equatoriana e um brasileiro, o trio desenvolve uma linguagem diferenciada; traz a diversidade da música latina e caribenha com influências do jazz, em uma mistura de músicas autorais e algumas peças especificamente selecionadas dos países de origem.

Couvert: R$ 10

08/07 – Congo Ancestral VI Edição (Homenagem a São Tomé e Príncipe)

Congo Ancestral é um evento de essência africana cujo objetivo é divulgar a arte e a cultura do continente pelos africanos de São Paulo e do Brasil, assim como promover a diversidade cultural e as raízes da África. Nessa VI edição, a homenagem é reservada às ilhas de São Tomé e Príncipe, que comemoram sua independência no dia 12 de julho.

Entrada: R$ 10

09/07 – Samba do bEmol

Roda de samba organizada pelo Felipe Bemol e que há cinco anos se apresenta por São Paulo em diversas casas, festas e eventos. Com um repertório diversificado, o grupo transita pelo tempo e pelo espaço nacional promovendo uma viagem sonora que vai de 1916, com Pelo Telefone (Donga), a 2017, com ‘Acaju’ (Felipe Bemol, Thiago Melo e Luisa Toller).

Site Al Janiah. Rua Rui Barbosa, 269. Tel.: (11) 98392 9246. Terça a quinta, das 18h à 0h15; Sexta e sábado, das 18h às 2h. Entrada gratuita. Metrô: Estação São Joaquim (Linha 1/Azul); Ônibus: Linha 475M-10: Jd. da Saúde – Term. Amaral Gurgel, Linha 5100-10: Terminal Pinheiros – Term. Pq. D. Pedro II, Linha 5119-10: Term. Capelinha – Lgo. São Francisco.

Confira a programação completa  no Facebook: https://www.facebook.com/Al-Janiah-183073728713846/


Formado em Arquitetura e Patrimônio Urbano, Flavio tem um interesse especial por cidades e suas histórias. Conhecer e divulgar as atrações e a cultura de um lugar, fazendo com que os seus moradores e visitantes se apropriem, cuidem e desfrutem dele, é um dos seus principais sonhos/objetivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *