Avenida Paulista ganha novo centro cultural: Instituto Moreira Salles (IMS) Agenda Cultural

A avenida Paulista não para de apresentar novidades. Ao longo dos seus 3 quilômetros tem arranha-céus, escritórios, lojas, centro culturais, shoppings e agora mais um centro cultural acaba de ser inaugurado: O Instituto Moreira Salles (IMS)  está aberto desde setembro com programação cultural gratuita. Confira a programação de outubro.

Fachada do Instituto Moreira Sales

Fachada do Instituto Moreira Sales

Cinco mostras distintas, entre elas a célebre série Os americanos, do fotógrafo Robert Frank, e a premiada videoinstalação The Clock, de Christian Marclay, marcam a inauguração da nova sede do Instituto Moreira Salles em São Paulo, em 20 de setembro. O centro cultural instalado na avenida Paulista, 2424, em prédio com características inovadoras, apresentará ao público uma ampla programação de exposições, filmes, palestras, debates, cursos e shows, entre outros eventos.

As primeiras mostras a ocuparem os mais de 1.200 metros quadrados dedicados unicamente a exposições, e divididos em quatro andares, apresentam obras de artistas com linguagens visuais diversas, num conjunto que reforça a pluralidade da imagem na arte contemporânea.

Robert Frank - Os Americanos

Robert Frank – Os Americanos

Robert Frank, Os americanos + Os livros e os filmes

O IMS Paulista apresenta, pela primeira vez no Brasil, a famosa série Os americanos, de Robert Frank (1924), um dos nomes mais importantes da história da fotografia. A coleção, com 83 fotografias em cópias da década de 1980, pertence à coleção da Maison Européenne de la Photographie, de Paris, e é uma das poucas séries completas da obra de Frank. A exposição apresenta também o projeto Os livros e os filmes, desenvolvido por Robert Frank em parceria com o renomado editor e impressor Gerhard Steidl.

Os americanos é o resultado da jornada de Frank pelos Estados Unidos, em que percorreu quase todos os estados. Fruto de uma bolsa da Guggenheim Fellowship, a viagem de Frank em um velho carro usado durou cerca de nove meses, entre 1955 e 1957, e originou mais de 28 mil fotografias, que se tornaram verdadeiros retratos de uma América multifacetada.

Com Os americanos, Frank inaugurou a fotografia de rua (street photography) e de estrada, livre de retórica e narrativas estruturadas. Uma ode poética que se tornou modelo e referência para artistas posteriores.

Os livros e os filmes é uma montagem itinerante que une duas facetas de Frank, a de fotógrafo e a de cineasta. Concebida e com curadoria de Gerhard Steidl, em parceria com Frank, a mostra já foi apresentada em diversos países, mas esta será a primeira vez em que poderá ser vista ao lado de uma tiragem original de Os americanos.

Retrospectivas de filmes de Robert Frank

Retrospectivas de filmes de Robert Frank

Obra de Calder

Uma parceria entre o Instituto Moreira Salles e o Instituto dos Arquitetos do Brasil permitirá que a obra Viúva negra, de Alexander Calder (1898-1976), que esteve na sede do IAB desde 1954, seja apreciada no IMS Paulista. O móbile ficará exposto na Praça IMS, e já estará exposto na abertura do centro cultural, marcada para o dia 20 de setembro.

Viúva negra é um dos maiores móbiles de Calder, com 3,5 metros de altura e 2 metros de comprimento. A escultura, protegida como Patrimônio Cultural e Artístico Federal, Estadual e Municipal, foi recentemente restaurada, por ocasião de uma retrospectiva do artista na Tate Modern, em Londres, em 2016. A obra, criada em 1948, foi exposta no Brasil duas vezes neste mesmo ano: no Masp, em São Paulo, e no Ministério da Educação, no Rio de Janeiro. Posteriormente, foi doada pelo artista ao IAB/SP, em 1954, como forma de agradecimento ao apoio do Instituto durante as exposições.

SÃO PAULO, SP - 12 SETEMBRO 2017: Construção do novo predio do Instituto Moreira Salles. (foto: bruno fernandes).

SÃO PAULO, SP – 12 SETEMBRO 2017: Construção do novo predio do Instituto Moreira Salles. (foto: bruno fernandes).

Veja a programação completa

A obra de Robert Frank, um dos nomes mais importantes da história da fotografia, está presente em duas exposições no IMS Paulista: “Os americanos” e “Os livros e os filmes”: http://robertfrank.ims.com.br

É a primeira vez que a famosa série “Os americanos”, resultado da viagem de Frank pelos Estados Unidos entre 1955 e 1957, é exibida no Brasil. A obra apresenta o registro dos personagens do país em recortes sociais, econômicos, culturais e políticos distintos. #RobertFrankIMS

O projeto “Os livros e os filmes” é uma montagem itinerante que une duas facetas de Frank, a de fotógrafo e a de cineasta.

Em cartaz no #IMSPaulista até 30 de dezembro de 2017. Entrada franca.

 

Neste sábado, dia 28, às 18h, o IMS Paulista promove uma batalha de MC’S + aula introdutória de passinho no espaço entre os trabalhos de Bárbara Wagner na exposição “Corpo a corpo”. Entrada gratuita, sujeita à lotação. Mais informações: https://goo.gl/sG2vnm

Alguns dos personagens retratados pela artista na obra “À procura do 5º elemento” serão convidados especiais.

Comunidade Samba da Vela se apresenta no térreo do IMS Paulista no dia 29 de outubro, domingo, às 16h. O show dá sequência às rodas de choro e samba que acontecem todo último domingo do mês no centro cultural. Evento gratuito em parceria com o Encontro Estéticas das Periferias, com distribuição de senhas 30 minutos antes. Limite de 1 senha por pessoa.

Nessa semana, o Cinema do IMS Paulista continua a exibição da seleção de filmes da Mostra Internacional de Cinema / São Paulo International Film Festival#CinemaIMS

Estão em cartaz os filmes “Gabriel e a montanha”, de Fellipe Barbosa; “Um sentimento maior que o amor”, de Mary Jirmanus Saba; “Sarah interpreta um lobisomen”, de Katharina Wyss;
“Uma viagem à Lua”, de Joaquín Cambre; “Eutanásia”, de Teemu Nikki; entre outros.

► Programação completa: https://goo.gl/bGK4fN
► Ingressos: vendas na recepção do IMS Paulista e no site veloxticket.com

Uma aula sobre o poema “A máquina do mundo”, com José Miguel Wisnik, será apresentada no IMS Paulista dia 31/10, às 19h. O evento faz parte da programação do Dia Drummond no IMS. Entrada gratuita, sujeita à lotação.

Criado pelo IMS em 2011, o #DiaDrummond reúne público e estudiosos para celebrar a obra do mineiro em eventos que evidenciam o importante lugar do autor na literatura nacional: http://diadrummond.com.br

Das 10h de sábado até às 20h de domingo*, o IMS Paulista fica aberto sem interrupções para exibição da videoinstalação “The Clock”, de Christian Marclay. Venha descobrir o que acontece à meia-noite! Entrada gratuita: www.theclock.ims.com.br

Inspirado em “The Clock”, o canal do IMS no Spotify tem uma playlist com 25 músicas brasileiras, uma para cada hora do dia (existe uma para “zero hora” e outra para “meia-noite”). A seleção é de Joaquim Ferreira dos Santos. Ouça: https://goo.gl/qvwZcY

*Projeções especiais permitirão acompanhar as 24 horas da videoinstalação uma vez por semana, das 10h de sábado até às 20h de domingo. Próximas datas: 21 e 28 de outubro; e 4, 11 e 18 de novembro.

Semanalmente, o IMS Paulista oferece visitas mediadas às exposições em cartaz ou que explorem a arquitetura do prédio. A atividade “Vamos ver juntos?” acontece todas as quintas-feiras, às 12h30, e propõe aos participantes uma conversa e, eventualmente, uma atividade prática durante o percurso da visita. Distribuição de senhas na recepção a partir das 12h. #IMSeduca

IMS – Paulista
Avenida Paulista, 2424, metrô Consolação

Tel.: (11) 2842-9120

Horário de funcionamento: de terça a domingo e feriados, das 10h às 20h; quintas, das 10h às 22h

 

 

 

 

Feriados (exceto segunda), das 10h às 20h

Última admissão: 30 min antes do horário de encerramento

ims.com.br

facebook.com/institutomoreirasalles


Meu nome é Patrícia Ribeiro. Sou formada pela Faculdade Cásper Líbero e já trabalhei como editora e repórter em revistas, jornais, sites e em assessoria de imprensa. Adoro contar histórias, sou curiosa e gosto de ouvir as pessoas. Como gosto de viajar, acabei escrevendo muitas reportagens de viagens e turismo e produzi guias de viagem nacionais e internacionais. Adoro a vida cultural da cidade e descobrir lugares novos. Resolvi aliar o que eu gosto do que faço no meu tempo livre neste blog e compartilhar minhas dicas com moradores e visitantes.

Comments

  1. Sergio Luiz Rodrigues da Silva Says: outubro 11, 2017 at 4:18 pm

    Nosso próximo Concerto, será no Teatro Bradesco, nos dias 18, 19 e 20 de novembro de 2017, com a magnífica peça “Carmina Burana” de Carl Orff. Obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *