Casa Godinho
Foto: FromSPtoYou Onde comer

Com 129 anos, a Casa Godinho foi o primeiro estabelecimento a ser declarado patrimônio imaterial de São Paulo em 2013 pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Histórico (Conpresp) por seu ambiente, pelo atendimento personalizado e pela memória afetiva que traz aos paulistanos.

Casa antiga onde funcionava a mercearia Godinho Divulgação

Casa antiga onde funcionava a mercearia Godinho
Divulgação

No livro Casa Godinho, um lugar de memória na cidade São Paulo, lançado em 2016, a historiadora Silvia Bianchi escreve:  “A Casa Godinho sob o aspecto de lugar de memória, armazena fragmentos da  história da cidade de São Paulo. Ali a memória se cristaliza e se refugia. Conclui-se que a cidade e comércio estão unidos num só propósito, o de receber bem o paulistano.”

A Casa Godinho em seu endereço atual na rua Líbero Badaró Divulgação

A Casa Godinho em seu endereço atual na rua Líbero Badaró
Divulgação

De fato, ao entrar na loja os clientes são remetidos ao passado e o atendimento cordial no balcão é sempre igual. Suas prateleiras de embuia,  balcões, pisos e ornamento dos forros também são os mesmos desde a inauguração . A maneira de embrulhar os pacotes com papel rosa também. Muitos paulistanos conhecem a loja desde criança levados por seus pais ou avós e entrar lá sempre traz muitas recordações, muitas delas registradas no livro da historiadora.

casa-godinho-melhor-empada-de-sp-01Personalidades fizeram parte da clientela. O dono do grupo Diários Associados, Assis Chateaubriand era um deles, os prefeitos Adhemar de Barros e Jânio Quadros também eram frequentadores. Hoje, a clientela é formada por anônimos que vem atrás da deliciosa empada, dos pães e doces.

O bacalhau foi e é até hoje o carro-chefe do empório.  Eles trabalham om o tipo Gadus Morhua, chamado de verdadeiro bacalhau, da Noruega. Na década de 2000 foi instalada uma delicatessen e com isso passamos a vender salgados e a empada tornou-se o principal produto. O segredo da receita é a massa leve e suave, que desmancha na boca e o recheio cremoso com molho bechamel com pedaços generosos de palmito e camarões inteiros. Foi eleita a melhor empada da cidade pela revista Veja São Paulo.

Ambiente interno da Casa Godinho Foto: Wagner Tamanaha

Ambiente interno da Casa Godinho
Foto: Wagner Tamanaha

A Casa Godinho passou por um período de queda de movimento principalmente nas décadas de 80 e 90 quando o centro entrou em declínio e a clientela de alto poder aquisitivo diminuiu. Para atrair novos clientes, resolveram montar uma minipadaria e passei a vender salgados, frios, embutidos e pães.  Isso acabou trazendo novos frequentadores  para o empório, pessoas que tinham receio de entrar porque achavam o lugar caro. Esta mudança deu um novo fôlego à loja.

Variedade nos salgados e doces Divulgação

Variedade nos salgados e doces
Divulgação

Planos para o futuro

 No espaço no fundo da loja vai ter uma área de degustação com um balcão onde será servido salgados, lanches, porções frias, onde as pessoas vão pode sentar para degustar e beber uma taça de vinho ou cerveja.  O horários era estendido até às 20h, hoje funciona até às 19h.

Legítimo bacalhau da Noruega Divulgação

Legítimo bacalhau da Noruega
Divulgação

 O calote do Chatô

O cronista Rubem Braga deu este depoimento a Otto Lara Rezende: “Fui encarregado de fazer uma reportagem sobre um condomínio de luxo que o dono da mercearia Casa Godinho estava fazendo. Só depois é que soube que um dia o Chateaubriand encostou um caminhão do jornal na porta da tal mercearia, mandou encher de caixas de champanhe francês e entregar na casa de uma mulher. Mas ele simplesmente não pagou a conta. E depois convenceram o dono da mercearia a lotear um terreno que ele tinha – o jornal pagaria a conta da bebida com reportagens sobre o tal condomínio.” (Livro Cem quilos de Ouro, Fernando Morais)

A Casa Godinho é tombada pelo Patrimônio Histórico

A Casa Godinho é tombada pelo Patrimônio Histórico

Casa Godinho: Rua Líbero Badaró, 340, Centro, metrô São Bento

Tel. (11) 3105-1625

Horário de funcionamento: das 7h às 19h de segunda a sexta-feira

http://casagodinho.com.br/

Muita variedade no setor de bebidas Divulgação

Muita variedade no setor de bebidas
Divulgação


Meu nome é Patrícia Ribeiro. Sou formada pela Faculdade Cásper Líbero e já trabalhei como editora e repórter em revistas, jornais, sites e em assessoria de imprensa. Adoro contar histórias, sou curiosa e gosto de ouvir as pessoas. Como gosto de viajar, acabei escrevendo muitas reportagens de viagens e turismo e produzi guias de viagem nacionais e internacionais. Adoro a vida cultural da cidade e descobrir lugares novos. Resolvi aliar o que eu gosto do que faço no meu tempo livre neste blog e compartilhar minhas dicas com moradores e visitantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *