Mostra retrata vida e obra de Steve Jobs no  MIS Agenda Cultural

A exposição Steve Jobs, um visionário, fica em cartaz de 15 de junho a 20 de agosto, o público tem acesso ao rico universo de Steve Jobs. São fotos, filmes, reportagens e produtos históricos que mostram a forma como pensava e criava uma das maiores personalidades do século XX.

Revista Time 1982 – Diversas publicações das quais Steve Jobs foi capa estarão na exposição “Steve Jobs, O Visionário”, entre os dias 15 de junho e 20 de agosto, no MIS, em São Paulo Crédito: Divulgação FullBrand

Revista Time 1982 – Diversas publicações das quais Steve Jobs foi capa estarão na exposição “Steve Jobs, O Visionário”, entre os dias 15 de junho e 20 de agosto, no MIS, em São Paulo
Crédito: Divulgação FullBrand

Sobre a exposição

Em Steve Jobs, o visionário, um percurso estruturado por células narrativas – Espiritualidade, Inovação, Competição, Fracasso, Negócios e Sonho – concebido pelo escritório Migliore + Servetto Architects traz uma experiência rica e profunda do universo de Jobs. Nela, o público terá acesso a 209 itens entre fotos, reportagens, objetos pessoais, filmes e produtos históricos que mostram a forma como o empresário pensava e criava.

Os embates de Steve Jobs com IBM e Bill Gates, entre outros, são destaques da exposição “Steve Jobs, O Visionário”, entre os dias 15 de junho e 20 de agosto, no MIS, em São Paulo Crédito: Divulgação FullBrand

Os embates de Steve Jobs com IBM e Bill Gates, entre outros, são destaques da exposição “Steve Jobs, O Visionário”, entre os dias 15 de junho e 20 de agosto, no MIS, em São Paulo
Crédito: Divulgação FullBrand

Uma das facetas mais emblemáticas de Steve Jobs é sua espiritualidade. Na célula dedicada ao tema, a primeira da exposição, o público encontra itens ligados à sua relação com o budismo além de uma videoinstalação que ilustra a escolha pelo nome Apple.

“Só há verdadeira inovação, quando a tecnologia é acessível a todos”. Essa frase de Jobs inspira a coleção disponível na célula Inovação que exibe importantes produtos desenvolvidos por ele e que foram saltos evolutivos na tecnologia de informação. Centenas de pequenas e grandes inovações foram criadas por ele. Nesta seção, o público tem acesso a ícones como o Apple II, o Macintosh, iMac, e a primeira geração do iPod, IPhone e iPad, entre outros.

Macintosh – Uma das peças expostas em “Steve Jobs, O Visionário”, entre os dias 15 de junho e 20 de agosto, no MIS, em São Paulo Crédito: Divulgação FullBrand

Macintosh – Uma das peças expostas em “Steve Jobs, O Visionário”, entre os dias 15 de junho e 20 de agosto, no MIS, em São Paulo
Crédito: Divulgação FullBrand

 

A exposição tem continuidade na célula Competição, outra característica marcante de Steve Jobs, na qual são destacados os embates com IBM e Bill Gates, entre outros. Em Fracasso, o público conhece a peça mais rara da exposição: o Apple 1, fabricado em 1976, que foi adquirido em um leilão da Christie’s por U$ 213,6 mil, em novembro de 2010, por Marco Boglione, fundador e presidente do Grupo BasicNet, multinacional italiana proprietárias de numerosas marcas de roupa e acessórios para esporte e tempo livre, entre as quais Superga, Kappa, Robe di Kappa e K-Way. Hoje, o computador já triplicou de valor. Outro destaque nesse tema é o Lisa, que, lançado em 1983, foi o primeiro computador pessoal a ter um mouse e uma interface gráfica – mas foi considerado como um dos maiores fracassos da Apple.

Já em Negócios, o público pode ver produtos revolucionários e que foram sucesso de vendas criados por Steve Jobs, como o MacBook, diversas gerações do iPod, o MacBook Pró e a Apple TV. Ao término da exposição, a célula Sonho apresenta parte do trabalho da Pixar (comprada por Jobs em 1986) com a exibição de 20 curtas desenvolvidos pelo estúdio, além de trechos de consagrados longas-metragens e peças de acervo.

Fita k7 – Memória do Apple 1: uma das peças que estarão expostas na exposição “Steve Jobs, O Visionário”, entre os dias 15 de junho e 20 de agosto, no MIS, em São Paulo Crédito: Divulgação Fullbrand

Fita k7 – Memória do Apple 1: uma das peças que estarão expostas na exposição “Steve Jobs, O Visionário”, entre os dias 15 de junho e 20 de agosto, no MIS, em São Paulo
Crédito: Divulgação Fullbrand

O público verá ainda uma sala dedicada às imagens de autoria de Jean Pigozzi, francês radicado em Nova York, fotógrafo de confiança de Steve Jobs. Por mais de trinta anos, ele acompanhou Jobs em seus momentos mais íntimos e conseguiu captar a essência desse homem multifacetado. Dormindo, conversando, brincando com os amigos. São imagens inéditas de Jobs em sua vida cotidiana.

Aplicativo meCult

Na entrada da exposição, o público pode fazer o download do aplicativo gratuito meCult, desenvolvido pela Fullbrand. O aplicativo, que usa a tecnologia Beacon, funciona como portal para acessar os conteúdos extras da mostra, e também como áudio guia e mapa das atrações. O app pode ser usado pelo público logo no início da exposição, na Linha do Tempo. Nela, as datas ativam conteúdos exclusivos de cada período permitindo ter uma visão completa da vida do Steve Jobs e também do contexto histórico da época em que Steve Jobs viveu.

Steve Jobs, o visionário é a primeira exposição a ser hospedada no meCult que, no futuro, poderá conter mais exposições e eventos se tornando ponto de referência no acesso à cultura.

Fracasso – Uma das células narrativas da exposição “Steve Jobs, O Visionário”, entre os dias 15 de junho e 20 de agosto, no MIS, em São Paulo Crédito: Divulgação FullBrand

Fracasso – Uma das células narrativas da exposição “Steve Jobs, O Visionário”, entre os dias 15 de junho e 20 de agosto, no MIS, em São Paulo
Crédito: Divulgação FullBrand

Sobre Steve Jobs

 Nascido em 1955 em São Francisco, no Estado da Califórnia (EUA), Steve Jobs foi dado para adoção pelos seus pais, que não tinham condição de criá-lo. Desde jovem demonstrou interesse e habilidade para inovar e, em 1976, fundou a Apple, empresa consagrada seguidas vezes como a mais valiosa do mundo. Jobs revolucionou o universo da tecnologia ao lançar produtos como o Macintosh, o iPod, o iPhone e o iPad. Em 1984, demitiu-se da Apple e fundou a NeXT, companhia especializada em desenvolvimento de softwares. Anos mais tarde, em 1996, a Apple comprou a NeXT e Jobs assumiu o cargo de CEO da gigante da tecnologia, onde permaneceu até 2011, quando renunciou ao cargo em função de um câncer. Morreu ainda em 2011, aos 56 anos, em decorrência da doença.

Microprocessador do Apple 1 -uma das peças que estarão expostas na exposição “Steve Jobs, O Visionário”, entre os dias 15 de junho e 20 de agosto, no MIS, em São Paulo25
Crédito: Divulgação Fullbrand

Microprocessador do Apple 1 -uma das peças que estarão expostas na exposição “Steve Jobs, O Visionário”, entre os dias 15 de junho e 20 de agosto, no MIS, em São Paulo25 Crédito: Divulgação Fullbrand

Microprocessador do Apple 1 -uma das peças que estarão expostas na exposição “Steve Jobs, O Visionário”, entre os dias 15 de junho e 20 de agosto, no MIS, em São Paulo25
Crédito: Divulgação Fullbrand

SERVIÇO

Venda antecipada DE INGRESSOS | Steve Jobs, o visionário

INÍCIO DAS VENDAS 31 de maio, a partir das 12h, na Ingresso Rápido  

DATAS DISPONÍVEIS 16, 17, 21, 22, 23, 24, 28, 29, 30 de junho e 1º de julho

HORÁRIO das 11h às 20h dias 16, 21, 22, 23, 28, 29 e 30 de junho e das 10h às 21h dias 17.06, 24.06 e 1º.07 (1h de permanência após o último horário disponível)

VALOR R$ 18 (inteira) e R$ 9 (meia-entrada);  gratuito para crianças até cinco anos

Steve Jobs, o visionário | Informações gerais

DATA 15 de junho a 20 de agosto

 

Horário: terças a sábados, das 12h às 21h; domingos e feriados, das 11h às 20h

Local: Espaço Expositivo 1º andar e Espaço Redondo

Ingresso: R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia)

Classificação etária: livre

Museu da Imagem e do Som – MIS

Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo | (11) 2117 4777 | www.mis-sp.org.br

Informações da assessoria de imprensa


Meu nome é Patrícia Ribeiro. Sou formada pela Faculdade Cásper Líbero e já trabalhei como editora e repórter em revistas, jornais, sites e em assessoria de imprensa. Adoro contar histórias, sou curiosa e gosto de ouvir as pessoas. Como gosto de viajar, acabei escrevendo muitas reportagens de viagens e turismo e produzi guias de viagem nacionais e internacionais. Adoro a vida cultural da cidade e descobrir lugares novos. Resolvi aliar o que eu gosto do que faço no meu tempo livre neste blog e compartilhar minhas dicas com moradores e visitantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *