Rancho da Maioridade - Parque Caminhos do Mar. Foto: Rodrigo Caldas/ Passeios Baratos em SP bate e volta / História e Arte / Na natureza

As curvas da Velha Estrada de Santos não tem mais movimento de carros, nem de caminhões e a música inspirada nesta estrada, de Roberto Carlos, nem toca mais. Porém, quem ocupa a antiga rodovia que dava acesso à Baixada Santista são turistas em busca de riquezas arquitetônicas e belezas naturais.  O Parque Caminhos do Mar recebe 200 visitantes por domingo, que fazem o trajeto de 9 km para conhecer prédios históricos, a exuberância da mata atlântica e um pouco sobre a história do local.

Entrada para Cubatão. Parque Caminhos do Mar. Foto: Patrícia Ribeiro/Passeios Baratos em SP

Entrada para Cubatão. Parque Caminhos do Mar. Foto: Patrícia Ribeiro/Passeios Baratos em SP

As visitas são bem concorridas,  é quase impossível agendar. Para fazer este passeio com segurança e conforto, o ideal é ir com uma agência. O blog Passeios Baratos em SP em parceria com uma agência de turismo Salt and City Tours oferece este roteiro dia 7 de outubro, sábado, que inclui transporte e guia, ingressos, monitoria e seguro-viagem. Os monitores locais guiam grupos e vão fazendo várias paradas dando informações sobre os pontos visitados.  R$ 120, inteira, 106 (estudantes) R$ 92 (terceira e idade e professores estaduais e municipais) Para reserva envie um e-mail para contato@passeiosbaratosemsp.com.br Mais informações clique aqui. 

Passeio Parque Caminhos do Mar. Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP

Passeio Parque Caminhos do Mar. Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP

Para visitar o Parque Caminhos do Mar, você pode ir tanto por São Bernardo do Campo como por Cubatão.  O primeiro ponto de parada é a Casa de Visitas do Alto da Serra, que era usada para hospedar visitantes que vinham conhecer as obras do Alto da Serra e da Usina de Cubatão (Usina Henry Borden) e hoje funciona como centro de visitantes e abriga uma exposição.

Casa de Visitas do Alto da Serra. Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP

Casa de Visitas do Alto da Serra. Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP

Em Cubatão

Passando a fronteira de São Bernardo e Cubatão, finalmente entramos na estrada. O passeio é feito todo por via asfaltada e são 9 km de ida e a mesma distância de volta. O roteiro está pontuado por vários casarões históricos datados de 1922, centenário da independência do Brasil, em bom estado de conservação.

O Pouso de Paranapiacaba era um antigo ponto de parada de carros durante a viagem de Santos a São Paulo, Paranapiacaba, em tupi, significa “local de onde se vê o mar”.  Nas paredes, azulejos brasileiros e um painel com o mapa rodoviário do estado de São Paulo.

Vista do litoral a partir do Pouso do Paranapiacaba. Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP

Vista do litoral a partir do Pouso do Paranapiacaba. Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP

À medida que vamos descendo, conseguimos avistar a rodovia dos Imigrantes e depois as cidades da Baixada Santista e Cubatão. Pausa para as fotos e admirar a bela paisagem.  Paramos depois nas Ruínas do Pouso, que tem este nome porque são ruínas de alvenaria de pedra que acredita-se que abrigava funcionários durante a construção dos monumentos da serra.

Para minha frustração, não consegui ver nenhum bicho, apesar de a guia afirmar que era possível avistar pequenos macacos, esquilos, bicho-preguiça e até cobra. Bem, esta última não fazia questão.

Pouso do Paranapiacaba - Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP

Pouso do Paranapiacaba – Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP

Outros atrativos

Fizemos uma parada também no belvedere circular, um mirante feito em alvenaria de pedras e tijolos de formato circular, de onde se podia avistar o litoral, mas hoje só se avista a mata.  Mas o prédio mais bonito, sem dúvida, é o Rancho da Maioridade, que servia como ponto de descanso e reabastecimento durante a viagem entre São Paulo e Santos.  Naquele ponto havia uma estrada chamada Maioridade, construída entre 1841 e 1846, onde o transporte de cargas era feito por mulas. Aqui é a parada para o lanche. Finalmente! Estávamos com fome. Leve seu lanche e bebida, porque não há onde comprar.

Rancho da Maioridade - Parque Caminhos do Mar. Foto: Rodrigo Caldas/ Passeios Baratos em SP

Rancho da Maioridade – Parque Caminhos do Mar. Foto: Rodrigo Caldas/ Passeios Baratos em SP

A próxima parada é o Padrão do Lorena do Parque Caminhos do Mar, que possui um lindo painel de azulejos com cenas do século 18 com tropeiros e mulas carregando mercadorias. O memorial foi construído em homenagem a Bernardo José Maria de Lorena, governador-geral da extinta Capitania de São Paulo.

O passeio completo tem 9 km e volta será feita ônibus.

Padrão do Lorena - Parque Caminhos do Mar. Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP

Padrão do Lorena – Parque Caminhos do Mar. Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP

Informações importantes

Detalhe do azulejo do Rancho da Maioridade. Foto: Rodrigo Caldas/ Passeios Baratos em SP

Detalhe do azulejo do Rancho da Maioridade. Foto: Rodrigo Caldas/ Passeios Baratos em SP

Os passeios não são recomendados para pessoas idosas e crianças abaixo de 10 anos ou pessoas com problemas de locomoção.  

Vista da Baixada Santista. Parque Caminhos do Mar. Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP

Vista da Baixada Santista. Parque Caminhos do Mar. Foto: Patrícia Ribeiro/ Passeios Baratos em SP

 

Detalhe-Janela-Caminhos-do-Mar

Reservas:

contato@passeiosbaratosemsp.com.br

Transporte de ida e volta de ônibus

Guia de turismo credenciado

Seguro-viagem

Ingressos do parque e monitoria local

O percurso tem 9 km de caminhada em via asfaltada passando por casarões históricos e mirantes finalizando próximo a Cubatão. A caminha leva de 4 a 5 horas com parada para lanche

Não está disponível nenhum serviço de alimentação no local, sendo necessário que cada um traga o seu próprio lanche até chegar o almoço e água.

Recomenda-se o uso de roupas e calçados confortáveis, próprios para caminhada, além de bonés ou chapéus, protetor solar, capa de chuva e repelente.


Meu nome é Patrícia Ribeiro. Sou formada pela Faculdade Cásper Líbero e já trabalhei como editora e repórter em revistas, jornais, sites e em assessoria de imprensa. Adoro contar histórias, sou curiosa e gosto de ouvir as pessoas. Como gosto de viajar, acabei escrevendo muitas reportagens de viagens e turismo e produzi guias de viagem nacionais e internacionais. Adoro a vida cultural da cidade e descobrir lugares novos. Resolvi aliar o que eu gosto do que faço no meu tempo livre neste blog e compartilhar minhas dicas com moradores e visitantes.

Comments

  1. oi Patricia…..ainda esta aberto para visitação na casa de perdas????? agradeço ..obrigado

    • Patrícia Ribeiro Says: outubro 26, 2015 at 9:43 am

      Oi, Osni. Você quis dizer Casa das Pedras ou Rancho da Maioridade? Sim, o passeio vai até lá, inclusive a foto de capa é de lá. Mais informações detalhadas, consulte o site do parque. Um abraço.

  2. Fiz esse passeio no ano de 2004 na época que ainda ia até cubatão, e naquela época a esperança era de abrirem a descida para bicicletas. Ler que pode nem existir mais é realmente muito triste..

    • Patrícia Ribeiro Says: novembro 23, 2015 at 4:18 pm

      Pedro, quando eu fui os monitores disseram que poderia fechar, mas entrei no site e pelo jeito está funcionando normalmente. Teve uma mudança da administração do parque. Faça o passeio novamente. Vale a pena. Abraços.

  3. Waldemar Correa Says: novembro 24, 2015 at 1:31 pm

    Moro em Atibaia e quero fazer vários deste passeios, com amigos, como faço para contatar e acertar com e ter mais informações.

    • Patrícia Ribeiro Says: novembro 24, 2015 at 8:45 pm

      Waldemar. Você leu até o final? Lá tem o e-mail e site do Parque com todas as informações. Tem que agendar por e-mail ou telefone, mas o transporte é por sua conta. Abraços.

  4. SANDRA Campos Says: junho 20, 2016 at 7:10 am

    Olá, Patrícia!
    Existe outra data prevista para esse passeio. Não consigo ir nesse dia.
    Bjs

    • Patrícia Ribeiro Says: junho 20, 2016 at 11:16 am

      Oi, Sandra. Por enquanto não há outra data. Os agendamento são muito concorridos, não sabemos quando vamos conseguir fazer outro passeio. É uma pena que não possa participar. Vou te enviar a programação para você acompanhar os próximos passeios. Beijos e obrigada.

  5. qual o ultimo dia para reservar? Se chover o passeio é transferido?

  6. Tamara Cleveland Says: novembro 11, 2016 at 3:32 pm

    Olá,

    Gostaria de receber as informações quando vocês abrirem uma nova data para o passeio.
    Grata.
    Abs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *