Surpreenda-se com uma visita ao Museu da Casa Brasileira Agenda Cultural / História e Arte

Reinando imponente na agitada avenida Faria Lima, o Museu da Casa Brasileira é um centro de referência nacional nas áreas de arquitetura e design. Criado em 1970 como Museu do Mobiliário Artístico e Histórico Brasileiro, o MCB está desde 1972 instalado na antiga residência do ex-prefeito Fábio Prado (1934-1938) e de sua esposa Renata Crespi, construída nos anos 1940.

Prêmio Design MCB Divulgação

Prêmio Design MCB
Divulgação

A sua entrada um pouco sisuda engana – pra não dizer que intimida – quem pensa que se trata de um museu clássico e tradicional, e se assim já não era, está cada vez mais longe de vir a ser. A mostra de longa duração em cartaz, “Coleção MCB – Novas Doações”, é bastante representativa dessa nova postura da instituição, já que visa contextualizar melhor as peças do seu acervo de mobiliário e design nacionais – com exemplares que vão desde o século 17 à atualidade – para também estabelecer uma sintonia mais afinada com as exposições temporárias e a cultura cotidiana brasileira, assim potencializando a sua vocação.

Vocação essa que também é reforçada pelo Prêmio Design MCB – o mais importante do país e agora em sua 30a edição – que reconhece a cada ano os melhores trabalhos nacionais em mobiliário, utensílios, iluminação, eletroeletrônicos, têxteis, equipamentos de construção, transporte e impressos. Paralelamente, a história da casa e da família que ali morava, e toda a sua relação com o desenvolvimento urbano e cultural de São Paulo, são exibidas na outra mostra de longa duração, “A Casa e a Cidade – Coleção Crespi-Prado”, no andar superior do museu, com objetos e móveis da antiga residência e fotos que documentam a evolução dessa parte da cidade.

Prêmio Design MCB Divulgação

Prêmio Design MCB
Divulgação

Do andar superior para o jardim nos fundos da casa, um encontro com esse oásis verde que proporciona uma pausa para o espírito. O bosque conta com espécies nativas da Mata Atlântica e estrangeiras originárias do Japão, China e Vietnã, por exemplo, e abriga alguns eventos e exposições do museu – que alguns arriscam dizer serem melhores que os do lado de dentro. Preferências à parte, o lugar é mesmo muito bonito e tranquilo, e ainda conta com um restaurante que oferece buffet de almoço e pratos à la carte preparados com “ingredientes sazonais, em sua maioria orgânicos e provenientes de produtores locais”.

Já a programação abrange desde exposições temporárias a palestras e debates voltados para os focos temáticos do museu, mas também atividades educacionais e o projeto Música no MCB, com apresentações gratuitas aos domingos de manhã, de março a dezembro. Tudo isso sendo oferecido aos mais de 100 mil visitantes anuais da instituição, e que se espera que venham somar muitos outros. Fazendo a minha parte para ajudar nesse processo, seguem os destaques da programação dessa virada de ano.

Fachada Jardim Chema Llanos

Fachada Jardim
Chema Llanos

Mostra | 30o Prêmio Design MCB

O Prêmio Design MCB é a mais tradicional e prestigiada premiação de design do Brasil. Realizado pela instituição desde 1986, o Prêmio conta com uma história que reflete a trajetória da consolidação da identidade do design nacional. A edição de 2016, que celebra a 30ª edição do Prêmio, recebeu 640 inscrições e contempla vencedores nas categorias Construção, Eletroeletrônico, Iluminação, Mobiliário, Têxteis, Transporte, Utensílios e Trabalhos Escritos. Até 15 de janeiro

Mostra | Pioneiros do Design Brasileiro: Anísio Campos

Imagens de carros criados de forma quase artesanal estacionam em um painel expositivo da 4ª edição da série Pioneiros do design brasileiro, que homenageia Anísio Campos, designer brasileiro e um dos grandes protagonistas da história do automóvel no Brasil. A série acompanha a mostra do 30o Prêmio Design MCB. Até 29 de janeiro. 

Exposição no Museu da Casa Brasileira Divulgação

Exposição no Museu da Casa Brasileira
Divulgação

Site Museu da Casa Brasileira. Av. Brig. Faria Lima, 2705. Tel.: (11) 3032 3727 / 3026 3900. Terça a domingo, das 10h às 18h. Entrada R$ 7,00 (meia R$ 3,50; gratuito aos sábados, domingos e feriados, para maiores de 60 anos e crianças até 10 anos). CPTM: Estação Cidade Jardim (Linha 9/Esmeralda); Ônibus: Linha 107T-10: Metrô Tucuruvi – Term. Pinheiros, Linha 477A-10: Sacomã – Term. Pinheiros, Linha 637A-10: Term. Jd.Ângela – Term. Pinheiros, Linha 637A-26: Term. Guarapiranga – Term. Pinheiros, Linha 637P-10: Term. Sto.Amaro – Term. Pinheiros, Linha 648P-10: Term. Capelinha – Term. Pinheiros, Linha 847P-10: Term. Pirituba – Itaim Bibi

Prêmio Design MCB Divulgação

Prêmio Design MCB
Divulgação

Foto destaque: Fachada do MCB – Chena Llanos


Formado em Arquitetura e Patrimônio Urbano, Flavio tem um interesse especial por cidades e suas histórias. Conhecer e divulgar as atrações e a cultura de um lugar, fazendo com que os seus moradores e visitantes se apropriem, cuidem e desfrutem dele, é um dos seus principais sonhos/objetivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *