Pálácio das Indústrias, hoje funciona o Museu Catavento . Foto: Divulgação Agenda Cultural / É Grátis / História e Arte

Não vai viajar? Não tem problema, porque moramos numa cidade que oferece diversas opções de passeios para todos os gostos, bolsos e idades no feriado. Segue uma lista de opções para se divertir no final de semana prolongado em São Paulo. Tem todo tipo de passeio para adultos e para crianças.

LA-BELLEZZA_Patricia-Piccinini_The-Long-Awaited

LA-BELLEZZA_Patricia-Piccinini_The-Long-Awaited

Centro Cultural Banco do Brasil – Comciência de Patricia Piccinini

A partir do dia 12 de outubro, o prédio do Centro Cultural Banco do Brasil será tomado pelas estranhas figuras criadas por Patricia Piccinini, um dos grandes destaques da produção contemporânea australiana. Ao mesmo tempo repulsivos e sedutores, os seres concebidos pela artista em seu estúdio de Melbourne – que em muito se assemelha a um espaço de criação de efeitos especiais para o cinema, com seus ateliês de pele, unha ou cabelo – provocam uma imediata e paradoxal resposta do público. Se por um lado suas formas causam asco ou repulsa, sua familiaridade e doçura geram uma empatia quase imediata. Abertura às 9h, 16h30, voo da obra Skywhale sobre o Vale do Anhangabaú e às 18h, palestra da artista no auditório. CCBB – Rua Álvares Penteado, 112, Centro. Funcionamento: de quarta a segunda, das 9h às 21h. Grátis. http://culturabancodobrasil.com.br/portal/

Biblioteca Mário de Andrade. Foto: Divulgação

Biblioteca Mário de Andrade. Foto: Divulgação

Biblioteca Mário de Andrade

Uma das melhores notícias do ano foi a abertura da Biblioteca Mário de Andrade 24 horas. Aos poucos, a programação está se estendendo, ainda não está funcionando full time. Confira o que ver na nossa querida biblioteca: Domingo, abertura da exposição “El niño aprende jugando”, de Joaquín Torres García. A mostra traz pela primeira vez ao Brasil mais de 200 peças – entre brinquedos de madeira e documentos diversos – produzidos pelo artista durante sua estadia na Europa e nos EUA. Projeto Esopo: composto por Anselmo Mancini (piano e vocal), Rafal Amaral (guitarra elétrica, cavaco e vocal) e Markito Alonso (narração e ruídos). Nas apresentações, as crianças receberão giz de cera e papel com desenhos elaborados pelo grupo para que elas mesmas possam colorir e desenhar suas interpretações da composição apresentada. Sábado, às 11h e às 15h30, show com Izaías e Seus Chorões. O repertório do grupo é formado por clássicos do choro de famosos compositores como Pixinguinha, Jacob Bittencourt, Ernesto Nazareth, Chiquinha Gonzaga, Anacleto de Medeiros, além de composições próprias. Rua da Consolação, 94, Centro. Grátis. Confira a programação completa no site: Biblioteca Mário de Andrade

 

Mirante 9 de Julho. Foto: Frederico Evaristo

Mirante 9 de Julho. Foto: Frederico Evaristo

Mirante 9 de Julho

Já foram ao Mirante 9 de Julho? Um lugar que era antes abandonado e degradado se transformou num polo de cultura e lazer. Com programação variada: exposições, intervenções artísticas, festas, exibição de filmes, música, fique de olho neste lugar que é a cara de São Paulo: moderno e multicultural. Para o final de semana a programação é neste sábado, última edição do Jameson Cinema Club com apresentação dos DJs Nedu Lopes e Luísa Viscardi com setlist do projeto Jambox, dedicado ao turntablism. Logo em seguida será exibido o filme “Faça a coisa certa”, do diretor Spike Lee, lançado em 1989 e que marcou a história do cinema negro americano. Das 16h às 22h. No feriado, festa Mirante Convida Chica Chica Bum. As DJs Ju Salty e a Prila Paiva, que formam o duo Chica Chica Bum, vão balançar o Mirante com afroogrooves. Muito original funk, soul, afrobeats, jazz, brasilidades e latinidades vão tocar no feriado. Das 15h às 21h. Grátis. Rua Carlos Comenale, s/n, Bela Vista, atrás do Masp. https://mirante.art.br/

Unibes Cultural. Foto: Divulgação

Unibes Cultural. Foto: Divulgação

Unibes Cultural

O Unibes Cultural é o mais novo centro cultural da cidade. Com programação variada para adultos, jovens crianças, algumas pagas e outras gratuitas, é um ótimo lugar para frequentar do lado metrô Sumaré. Confira alguns destaques da programação. O Passeio na Vila é a atividade perfeita para você despertar no sábado com saúde e bem estar pelas arborizadas ruas ao redor. Todo sábado, 10h. Inscrições pelo site. Nos finais de semana, filmes brasileiros e estrangeiros serão exibidos seguidos de debates. A programação infantil terá cinema, teatro e ateliê Para crianças, no sábado, teatro com a Cia. Truks às 11h e contação de história com a Analú às 16h. Grátis. Em cartaz, a Exposição Diálogo no Escuro, uma exibição multissensorial que rompe a barreira do desconhecido e desafia o público a conhecer o mundo com outros olhos. Informações completas sobre a exposição, clique aqui. Rua Oscar Freire, 2.500. Segunda à quinta-feira das 11h às 19h – inteira R$ 24/Meia R$ 12. Sexta-feira e Sábado das 11h às 19h – Inteira R$ 30/Meia R$ 15. Agendamento, reserva de ingressos gratuitos para os espetáculos e vendas no site  www.compreingressos.com/unibescultural

 

Espaçao Catavento estará aberto na segunda-feira. Foto: Divulgação

Espaçao Catavento estará aberto na segunda-feira. Foto: Divulgação

Espaço Cultural Catavento

O Espaço Cultural Catavento estará aberto neste feriado com uma programação para os pequenos e para os adultos também. E o melhor: entrada gratuita. Confira a programação: Espetáculo Viver com Saúde: aborda a importância de uma alimentação saudável, por meio de atividades lúdicas e interativas. Das 11h às 15h. Workshop de Novas Tecnologias: cada visitante poderá experimentar e entender o funcionamento de tecnologias exponenciais, tais como: IMPRESSÃO 3D, Óculos de Realidade Virtual(Rift) e o Makey Makey – tecnologia que permite acionar o PC por meio de objetos inusitados. A exposição Extremos da Riqueza Mato-Grossense: Cerrado, Pantanal e Floresta Amazônica, da artista plástica Tania Pardo, retrata as paisagens do Mato Grosso com obras na qual a artista usa a ponta dos dedos para pintar. Confira a programação completa no site. Palácio das Indústrias – Praça Cívica Ulisses Guimarães, s/no (Av. Mercúrio), Parque Dom Pedro II. Terça a domingo, das 9h às 17h. R$ 6 e R$ 3. http://www.cataventocultural.org.br/

 

Refeitório Museu da Imigração

Refeitório Museu da Imigração

Museu da Imigração

Apresentações de danças infantis de grupos de comunidades de imigrantes e descendentes estão programadas para domingo. Logo na sequência, uma brincadeira especial com música e dança irá entreter os pequenos visitantes. Grupos infantis das comunidades de imigrantes e descendentes começam a programação do dia. Todas as atividades acontecem a partir das 15h.  Aproveite para visitar o acerto do museu. Ao todo, são oito salas, em que o visitante percorre e viaja pelo tempo e espaço através dos sons, fotos e objetos. A coleção do Museu da Imigração é composta por milhares de itens como máquinas de costura, vestuário, móveis, utensílios domésticos, câmeras fotográficas, entre outros, doados por imigrantes e seus descendentes. Confira o post do museu aqui. Assinantes do blog têm 10% de descontos aos finais de semana para fazer um retrato de época. Pegue seu cupom aqui. Museu da Imigração, Rua Visconde de Parnaíba, 1316, Mooca. http://museudaimigracao.org.br/

Comércio Popular, Brasília. Foto: Thomaz Farkas

Comércio Popular, Brasília. Foto: Thomaz Farkas

MIS – Museu da Imagem e Som

Dia 12 de outubro, próxima segunda-feira, o MIS estará aberto das 11h às 21h. Thomaz Farkas – DF: Exposição composta por 21 fotografias. A mostra revela 13 imagens inéditas capturadas em Brasília: uma parte durante a construção da capital do Brasil e, outra, entre os anos de 1998 e 2000. Mundo à parte: Mostra exclusiva produzida pelo MIS, com a curadoria de André Sturm e trabalhos da fotógrafa Janaina Matarazzo. É composta por 19 imagens, nas quais a artista revela momentos únicos registrados em reservas e parques nacionais localizados no sul da África.Mímese | Nova Fotografia: A série é formada por 11 imagens em P&B, nas quais o fotógrafo Leandro Menezes busca a inserção do indivíduo em um enquadramento repleto de formas lineares, de modo que pareça parte daquele ambiente. Aproveite a promoção da Mostra Truffaut (quem adquirir o ingresso para qualquer filme ganha entrada para a exposição Truffaut: um cineasta apaixonado). Mostra Truffaut.  R$10 (inteira), R$5 (meia).  À venda na Recepção MIS (terças a sextas, das 12h às 21h30h; sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h30) e no site www.ingressorapido.com.br Av. Europa, 158, Jardim Europa, , tel: (11) 2117 4777. Grátis. www.mis-sp.org.br

 

1

Memorial da América Latina

Food trucks e barracas de comidas e bebidas típicas dos países vizinhos voltam à Praça da Sombra neste fim de semana para a quarta edição da Feira Gastronômica Latino-Americana. A atração está caindo no gosto da família paulistana, que vem para conhecer e degustar os vários quitutes da cozinha latina, como as empanadas chilenas, as arepas venezuelanas, nachos, tacos,  burritose  tortillas mexicanas, saltenhas bolivianas, ceviches e lemitos peruanos, entre outras opções que podem ser saboreadas confortavelmente em mesas espalhadas pela Praça da Sombra ao som de vasto repertório de músicas latinas. E os visitantes podem conhecer o conjunto arquitetônico do Memorial, como, por exemplo, o Pavilhão da Criatividade – ao lado da feira – e os painéis de Portinari, Poty e Caribé no Salão de Atos, do outro lado da praça, onde também estão a Biblioteca, a galeria de artes e a exposição de Maria Bonomi. Sábadodas 12h às 22h e domingo das 11h às 20h.No dia 12 acontece o  Festival do Dia das Crianças. parque de diversões, brinquedos infláveis, comidas de food trucks, doces e bebidas, sorvetes, mini shopping, artesanato – além das atividades lúdicas, gratuitas: contação de histórias, palhaços, balões, espaço de leitura e cineclube infantil. Das 8h às 20h. Grátis. Memorial da América Latina, metrô Barra Funda.  http://www.memorial.org.br/ 

Frida-Kahlo-El-abrazo-de-amor-del-Universo-la-Tierra-México-Diego-yo-y-el-señor-Xólotl-1949-Óleo-sobre-Masonite-©2015-Banco-de-México-Diego-Rivera-Frida-Kahlo-Museums-Trust..jpg

Frida-Kahlo-El-abrazo-de-amor-del-Universo-la-Tierra-México-Diego-yo-y-el-señor-Xólotl-1949-Óleo-sobre-Masonite-©2015-Banco-de-México-Diego-Rivera-Frida-Kahlo-Museums-Trust..jpg

Exposição Frida Kahlo – Conexões entre Mulheres Surrealistas no México

Aproveite o feriado prolongado para conferir a exposição mais esperada do ano. Nesta exposição, estão reunidas 20 delas, além de 13 obras sobre papel – nove desenhos, duas colagens e duas litografias. Além de quadros, há também algumas esculturas e fotografias – além de documentos, registros fotográficos, catálogos e reportagens, trajes típicos mexicanos que trazem um panorama do período artístico da mostra. A exposição traz uma amostra da produção de grandes pintoras mexicanas ou artistas radicadas no México. O recorte focaliza especialmente artistas mulheres nascidas ou radicadas no México como Maria Izquierdo,Remedios Varo e Leonora Carrington. Post completo sobre a exposição clique aqui. A partir do dia 21 de outubro os ingressos para a exposição serão divididos em quatro períodos de visitação, permitindo o acesso das 11 às 13h, das 13h às 15h, das 15h às 17h e das 17h às 19h. compra de ingressos: ingresse.com, aplicativo do Instituto Tomie Ohtake, ou na bilheteria do Instituto de terça a domingo, das 10h às 19h. R$10,00 e R$5,00 (até 10 anos grátis); às terças grátis; De terça a domingo, das 11h às 20h. Instituto Tomie Ohtake Av. Faria Lima 201 (Entrada pela Rua Coropés 88) – Pinheiros

Casa Dona Yayá. Foto: Divulgação

Casa Dona Yayá. Foto: Divulgação

Casa da Dona Yayá

A Casa de Dona Yayá constitui um documento material da transformação da cidade de São Paulo em metrópole. Assumiu importância histórica ainda maior pela condição de sua proprietária mais ilustre, Sebastiana de Mello Freire, Dona Yayá, que por ser considerada mentalmente incapaz ali viveu reclusa entre 1919 e 1961. O imóvel foi transferido à Universidade de São Paulo em 1969, como herança vacante, e passou por um cuidadoso trabalho de recuperação e restauro. Com base nessa rica história material e imaterial, o imóvel foi tombado pelo Estado de São Paulo, em 1998, e pelo Município, em 2002. O CPC-USP promove a valorização do imóvel através de sua abertura ao público, incentivando reflexões a respeito de sua arquitetura, da história do bairro e da personagem Dona Yayá. Em cartaz até domingo a exposição Imprensa Negra Paulista, a mostra reúne fotografias, recortes, clichês e outros registros que contam um pouco da história da imprensa negra no estado de São Paulo. De 2ª feira a 6ª feira das 9h às 17h. Domingo, das 10h às 15h. Rua Major Diogo, 353, Bela Vista, tel: (11) 3106-3562 e (11) 3091-3300.

[et_bloom_inline optin_id=optin_1]

 

 

 


Meu nome é Patrícia Ribeiro. Sou formada pela Faculdade Cásper Líbero e já trabalhei como editora e repórter em revistas, jornais, sites e em assessoria de imprensa. Adoro contar histórias, sou curiosa e gosto de ouvir as pessoas. Como gosto de viajar, acabei escrevendo muitas reportagens de viagens e turismo e produzi guias de viagem nacionais e internacionais. Adoro a vida cultural da cidade e descobrir lugares novos. Resolvi aliar o que eu gosto do que faço no meu tempo livre neste blog e compartilhar minhas dicas com moradores e visitantes.





APOIE PASSEIOS BARATOS EM SP!

Nós somos uma agência de turismo e no momento estamos sem poder trabalhar. Enquanto isso, nós criamos conteúdo relevante sobre São Paulo e outras cidades, dicas de lugares e passeios no nosso blog. Ajude-nos a continuar nosso trabalho fazendo uma contribuição.

Clique aqui, para nos apoiar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat